sisu quarta chamada

GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA - Licenciatura

REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

 

CAPÍTULO I

DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Art. 1º O presente regulamento normatiza as atividades e os procedimentos relacionados ao Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), no âmbito da Licenciatura em Matemática, do curso de Matemática da Universidade Estadual do Norte do Paraná, Campus de Cornélio Procópio (UENP CCP).

Parágrafo único. O presente regulamento aplica-se aos estudantes ingressantes a partir do ano letivo de 2012, devendo ser cumprido enquanto vigorar o Projeto Pedagógico do Curso aprovado pela Resolução 051/2011 – CEPE/UENP.

Art. 2º O Trabalho de Conclusão de Curso – TCC - constante da estrutura curricular do Curso de Licenciatura em Matemática, é condição sine qua non e parte dos requisitos para obtenção do grau e do diploma de Licenciado (a) em Matemática.

Art. 3º Em conformidade com o Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura Plena em Matemática da UENP CCP, o TCC caracteriza-se como uma experiência de pesquisa, supervisionada por professores orientadores. Desenvolvendo-se numa linha pedagógica que privilegia na relação ensino e de aprendizagem.

Parágrafo único. O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) será desenvolvido pelo (a) aluno (a) regularmente matriculado (a) no curso de Matemática e realizado individualmente, e em casos extraordinários em dupla.

CAPÍTULO II

DA CONCEPÇÃO E OBJETIVOS

Art. 3º O Trabalho de Conclusão de Curso – TCC – consiste de um trabalho monográfico que deverá ter caráter científico e/ou filosófico, em conformidade com os princípios gerais de um trabalho de pesquisa científica no campo da Matemática, constituindo-se de pesquisa teórica ou teórico-empírica, apresentado na forma de monografia e um artigo científico correspondente ao trabalho desenvolvido, contendo o mínimo de vinte (20) páginas para a monografia e dez (10) páginas para o artigo. A entrega da monografia e do artigo cientifico é obrigatória.

Art. 4º A realização do TCC tem como objetivos: 

-        Proporcionar ao estudante o percurso da pesquisa educacional; 

-        Propiciar a produção científica na área da matemática e o desenvolvimento da capacidade de análise crítica da realidade vivenciada na prática pedagógica;

-        Possibilitar o aprofundamento de temas abordados durante o curso, integrando os conteúdos e atividades desenvolvidas nas diversas disciplinas; 

-        Possibilitar uma avaliação global do acadêmico para que possa atuar com competência no mundo do trabalho; 

-        Contribuir com a comunidade externa para possíveis soluções dos problemas investigados; 

-        Elaborar o trabalho monográfico -  por escrito e realizar sua apresentação oral e pública

CAPÍTULO III

DA ORGANIZAÇÃO E DESENVOLVIMENTO

Art. 5º A realização do Trabalho de Conclusão de Curso tem especificidade própria, iniciando-se na terceira (3ª) série, por meio da disciplina Pesquisa em Educação Matemática I, e na quarta (4ª) série, por meio da disciplina de Pesquisa em Educação Matemática II, e orientações realizadas pelos professores do Curso Matemática na quarta (4ª) série.

§1º. A disciplina de Pesquisa em Educação Matemática I, na terceira (3ª) série, apresenta um programa de ensino contendo: Orientações iniciais para a produção do projeto de pesquisa, Justificativa, Fundamentação Teórica, Objetivos Gerais e Específicos de um projeto de pesquisa, orientações da ABNT. Aos alunos são atribuídas notas na disciplina e no exame final, conforme o sistema de avaliação da Instituição. 

§2º A elaboração do Projeto de Pesquisa, desenvolvida na disciplina de Pesquisa em Educação Matemática I, deverá apresentar pelo menos a estrutura abaixo indicada:

1 – INTRODUÇÃO: problematização, objetivos e justificativa;

2 – APORTE TEÓRICO: Delinear a revisão inicial da bibliografia relativa ao problema;

3 – METODOLOGIA - Especificar em linhas gerais a metodologia;

4 – NORMAS TÉCNICAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS – Seguir as orientações da ABNT.

§ 3º A realização do TCC será feita individualmente. Em casos extraordinários poderão ser feitas em duplas.

Art. 6º A coordenação do TCC na quarta (4ª) série será realizada por um professor do Curso de Matemática, com titulação mínima de mestre. A carga horária destinada à Coordenação do TCC deve ser computada nas atividades de ensino do docente e será de quatro (4) horas aula semanal. 

Art. 7º A orientação de TCC na quarta (4ª) série será realizada por um (a) professor (a) do Curso de Matemática, e em casos extraordinários poderão ser atribuídos à professores vinculados ao CCHE. A carga horária destinada à orientação do TCC será computada nas atividades de ensino do docente, consistindo de uma (1) hora semanal para cada aluno (a) orientando (a) de TCC.  

Parágrafo único. Todos os (as) professores (as) do Curso de Matemática, terão computados em sua carga horária um número específico de horas para orientação de TCC, variando entre um (1) a cinco (5) trabalhos a serem orientados, compondo sua carga horária destinada  às atividades de ensino na instituição.

Art. 8º O (a) acadêmico (a) poderá escolher um tema ligado à área Matemática, conforme inciso I do Art. 8º, que lhe despertou interesse durante o curso e/ou em suas diversas instâncias e ambiências formativas e desenvolvê-lo de acordo com as normas da metodologia científica, sob a orientação de um professor.

§ 1º. As linhas de pesquisa disponibilizadas pelo Colegiado de Matemática foram definidas conforme quadro abaixo, podendo em casos extraordinários temas vinculados ao ensino da Matemática, desde que seja aprovado previamente pelo colegiado.

QUADRO DE LINHAS DE PESQUISA (LP)

 

LP1

Estatística.

LP2

Formação           de          Professores de Matemática Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) e Ensino Médio; Ciências e Meio Ambiente integrado à Matemática.

LP3

Geometria.

LP4

História e Filosofia da Matemática e ou Educação Matemática.

LP5

Laboratório        de          Ensino de

Matemática.

LP6

Matemática Elementar e Aplicada.

LP7

Matemática Financeira.

LP8

Metodologias de Ensino.

LP9

Tecnologia Educacional

LP10

Metodologias de Análise em Matemática: textual discursiva, do discurso, do conteúdo.

LP11

Avaliação em Matemática.

Art. 9º O TCC deve ser cumprido dentro do período letivo regular. O (a) acadêmico (a) que necessitar de período diferenciado quer seja por licença maternidade, licença médica ou outro motivo deverá formalizar a solicitação por meio de requerimento junto à Secretaria Acadêmica, seguindo os trâmites normais previstos no manual acadêmico.

CAPÍTULO IV

DA ORGANIZAÇÃO DIDÁTICA E ADMINISTRATIVA

Art. 10.  É de responsabilidade do Coordenador do Curso de Matemática, a indicação dos professores orientadores, bem como disponibilizar a carga horária dos mesmos para tal atividade devendo respeitar como critério mínimo a titulação de especialistas, a área de formação, a experiência profissional e a linha de pesquisa.

Art. 11. Atribuições do Coordenador (a) do TCC:

  1. I.Estabelecer o calendário das atividades do TCC durante o período letivo; 
  2. II.Manter informados estudantes e Orientadores sobre normas e procedimentos para a realização do TCC; 
  3. III.Disponibilizar aos estudantes e Orientadores os formulários (carta de aceite, ficha de orientação, ficha de avaliação da banca ou outros que o Colegiado julgar necessários) para elaboração do projeto de TCC;
  4. IV.Recolher, organizar e realizar a distribuição igualitária dos projetos de TCC entre os Orientadores considerando a área de formação, a experiência profissional e a linha de pesquisa; 
  5. V.Indicar e organizar fichas de acompanhamento e avaliação do TCC; 
  6. VI.Indicar aos estudantes e Orientadores as normas da Associação Brasileira de Normas Técnica (ABNT) em vigor; 
  7. VII.Organizar pré-bancas e/ou bancas de defesa para apresentação dos trabalhos, quando for o caso; 
  8. VIII.Organizar a distribuição dos projetos de TCC dos (as) alunos (as) junto aos professores orientadores;
  9. IX.Acompanhar por meio de relatórios o processo de orientação dos alunos junto aos professores; 
  10. X.Organizar evento tendo como finalidade apresentação do TCC; 
  11. XI.Verificar a autenticidade dos artigos produzidos e aplicar medidas punitivas na ocorrência de plágio; 
  12. XII.Emitir relatório final dos trabalhos apresentados.
  13. XIII.Verificar se o orientador e o acadêmico possuem os termos de consentimento livre esclarecido dos sujeitos da pesquisa.

Art. 12. Atribuições do Professor Orientador:

  1. I.Comparecer as reuniões organizadas pelo Coordenador do TCC; 
  2. II.Informar o orientando a respeito das respectivas normas, procedimentos e critérios de avaliação; 
  3. III.Encaminhar à Coordenação do TCC relatório das orientações concluídas assinado pelo orientador e pelo aluno;
  4. IV.Orientar, acompanhar e avaliar o desenvolvimento do trabalho em todas as fases; 
  5. V.Atender seus acadêmicos orientandos, em horário previamente fixado; 
  6. VI.Estabelecer o plano e cronograma de trabalho em conjunto com o orientando; 
  7. VII.Comunicar à Coordenação do TCC, por escrito, quando houver problemas, dificuldades e dúvidas relacionadas ao processo de orientação, para que sejam tomadas as devidas providências; 
  8. VIII.Participar e presidir a banca examinadora do trabalho orientado.
  9. IX.Cabe ao orientador a responsabilidade de verificar se o acadêmico possui os termos de consentimento livre esclarecido dos sujeitos da pesquisa caso seja necessário.

Art. 13. Atribuições do Acadêmico:

  1. I.Elaborar o pré-projeto a fim de aprovação e indicação do Orientador, em caso de investigação científica;
  2. II.Comparecer aos encontros de orientação marcados pelo orientador; 
  3. III.Buscar referências indicadas pelo orientador para a realização da pesquisa e outras pertinentes à temática desenvolvida;
  4. IV.Cumprir o plano e cronograma de trabalho definido em conjunto com o orientador; 
  5. V.Buscar referências de diversas naturezas indicadas pelo seu Orientador;
  6. VI.Elaborar seu TCC dentro das normas da ABNT em vigor;
  7. VII.Manter o mínimo de setenta e cinco por cento (75%) de frequência nas orientações marcadas ou atividades previstas pelo Orientador;
  8. VIII.Comunicar à Coordenação do TCC, por escrito, quando houver problemas, dificuldades e dúvidas relacionadas ao processo de orientação, para que sejam tomadas as devidas providências; 
  9. IX.Apresentar o TCC concluído ou em andamento no evento específico organizado pela coordenação de TCC.
  10. X.Entregar, na data prevista, ao Coordenador de TCC, três (3) cópias devidamente encadernadas em espiral e um (1) CD gravado em formato Word para a realização da pré-banca e
  11. XI.Apresentar o artigo para avaliação da banca examinadora no prazo estabelecido em edital próprio.
  12. XII.Realizar após a defesa as devidas alterações sugeridas pela banca examinadora e entregar um (1) CD gravado em formato pdf ao Coordenador do TCC para arquivo no prazo máximo de quinze (15) dias, se necessário entregar uma cópia impressa de capa dura para arquivo na biblioteca do colegiado.

 

 

CAPÍTULO V

DOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Art. 14.  A aprovação do aluno no Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) está condicionada:

  1. I.A apresentação oral do trabalho monográfico em evento específico organizado para tal
  2. II.A aprovação mediante a avaliação da banca examinadora com média igual ou superior a sete vírgula zero (7,0).

 

Art. 15.  A banca examinadora atribuirá conceito zero (0) a dez (10) considerando-se no mínimo: 

  1. I.Qualidade do conceito apresentado; 
  2. II.Grau de aperfeiçoamento analítico e/ou abrangência; 
  3. III.Fundamentação teórica; 
  4. IV.Aproveitamento crítico do material pesquisado; 
  5. V.Rigor metodológico; 
  6. VI.Redação do texto monográfico; 
  7. VII.Qualidade da apresentação oral mediante a banca; 
  8. VIII.O desempenho do acadêmico ao longo do processo de elaboração do TCC, para o qual será acatada a avaliação feita pelo orientador; 
  9. IX.A utilização adequada das normas da ABNT vigente; ou a critério do Colegiado do Curso;

 

Art. 16.  É aprovado o estudante com média igual ou superior a sete (7,0). 

  1. I.Fica assegurada nova oportunidade ao estudante que não obtiver média sete (7,0) na defesa, desde que tenha atingido nota mínima quatro (4,0) e observado o regulamento próprio do
  2. II.Na divulgação do resultado da avaliação, constará apenas os seguintes conceitos: 
    1. a)aprovado com média igual ou superior a sete (7,0); 
    2. b)reprovado com reapresentação, para a hipótese do parágrafo anterior;  c)

 

Art. 17.  A nota final será registrada em ata a ser anexada à monografia. 

 

Art. 18. Em caso de reprovação, o aluno deverá refazer à disciplina de Pesquisa em Educação Matemática II, alterando o professor orientador.

Parágrafo único.  O aluno reprovado ficará impossibilitado de colar grau, não havendo a possibilidade de realização de exame.

Art. 19.  Será constituída uma banca para a realização da defesa do TCC.

Art. 20. A defesa ocorrerá mediante uma banca pública em evento específico, com horário e local informados em edital pelo Coordenador do TCC:

  1. I.A banca examinadora será composta por três (3) membros, sendo o orientador e dois professores convidados por
  2. II.A ausência de qualquer integrante da banca examinadora deve ser comunicada com um prazo mínimo de 48 horas de antecedência ao Coordenador do TCC, sob pena de ser cancelada e remarcada a defesa do
  3. III.A ausência do aluno na defesa só será aceita com demonstração do motivo e anuência do professor orientador e do coordenador do TCC, podendo alguns casos ser encaminhados ao
  4. IV.Não serão marcadas defesas de TCC durante os períodos de avaliação
  5. V.Será atribuído nota zero (0) ao aluno que deixar de submeter-se às avaliações previstas, na data fixada, bem como ao que nela se utilizar de meio fraudulento (plágio parcial ou total), ficando, inclusive, sujeito às penalidades previstas no Manual do Acadêmico da Instituiçã

Art. 21.  Na avaliação do TCC serão atribuídas duas notas:

  1. I.Pelo trabalho escrito, observando-se sua estrutura, conforme. Art. 5º, deste Regulamento, constituído pela média aritmética das notas atribuídas pelo orientador e pelos membros da banca, numa escala de zero a dez, 
  2. II.Pela apresentação oral e arguição, constituído pela média aritmética das notas atribuídas pelo orientador e pelos membros da banca, numa escala de zero a dez, para que seja elaborada a média conforme Art.14 item IV.
  3. III.A nota final será o resultado da média aritmética das notas atribuídas pelos três membros da banca;
  4. IV.Ao trabalho escrito será atribuído uma nota, contudo na apresentação/arguição as notas serão individuais, no caso da realização do TCC em dupla.

Art. 22. Caso o aluno obtenha uma nota insuficiente, será atribuída nota condicionada, acompanhada de parecer explicativo com as sugestões para a reformulação, tendo o (a) estudante, o prazo de 15 dias a contar da data da defesa para a reformulação e entrega do trabalho. 

Art. 23.  A Banca deverá entregar à coordenação do TCC, ATA com os resultados dos trabalhos de avaliação conforme formulário próprio.

CAPÍTULO VI

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS E TRANSITÓRIAS

Art. 24.  Os casos omissos serão resolvidos pelo Colegiado de Curso;

Art. 25.  Este Regulamento entra em vigor a partir desta data, revogadas as disposições em contrário.