Resultado do Vestibular UENP

GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - Licenciatura

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE PEDAGOGIA UENP/CCP

 

CAPITULO I

Das Disposições Preliminares

 

Art.1º. Este regulamento normatiza os princípios teóricos e metodológicos das disciplinas de Estágio Supervisionado no curso de Pedagogia com base no Projeto Político Pedagógico implementado a partir de 2012.

 

Art.2º. As disciplinas de Estágio Supervisionado constituem-se em atividades curriculares obrigatórias e atendem aos princípios das Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia e do Projeto Político Pedagógico do Curso de Pedagogia.

Parágrafo único: As disciplinas de Estágio Supervisionado são organizadas em atividades teóricas e práticas, desenvolvidas no espaço da universidade, compondo o horário semanal do acadêmico e do Professor-Orientador e nas instituições campo de estágio (escolares e não-escolares).

 

Art.3º. O Estágio Supervisionado será desenvolvido em instituições escolares oficiais, preferencialmente públicas.

 

CAPITULO II

Das Finalidades

 

Art.4º- O Estágio Supervisionado tem por finalidades:

I - a compreensão das questões pertinentes ao contexto social, político e econômico em que a instituição está inserida;

II - o trabalho com os componentes curriculares subsidiado na unidade teórico-prática para que não se perca a visão de totalidade da prática pedagógica na formação do educador, eliminando distorções decorrentes da priorização de um dos dois pólos.

III - reflexão sobre a realidade escolar, seus determinantes históricos e possibilidades de intervenção;

IV - a garantia de indissociabilidade entre o ensino, a pesquisa e a extensão.

 

Art.5º. O Estágio Supervisionado no Curso de Pedagogia tem por objetivos:

I - vivenciar as práticas cotidianas da organização escolar, caracterizando-as a fim de construir categorias de análise para a compreensão do Projeto Político Pedagógico (PPP) da instituição onde se efetua o estágio;

II - vivenciar as práticas cotidianas do Pedagogo, caracterizando-se a fim de construir categorias de análise necessárias para o desenvolvimento de Projeto(s) Pedagógico(s) na instituição onde se efetua o estágio;

III - desenvolver atividades de docência na Educação Infantil e nos Anos Iniciais do Ensino, fundamental;

 

Art.6º. As disciplinas de Estágio Supervisionado contribuirão para a formação do Pedagogo docente para o magistério na Educação Infantil e Anos Iniciais (1º a 5º) do Ensino Fundamental, bem como o Pedagogo articulador na dimensão interdisciplinar, apto para atuar na gestão escolar e em outras áreas as quais sejam necessários conhecimentos pedagógicos.

 

CAPITULO III

Da Organização

 

Art.7º. As atividades de Estágio Supervisionado serão ofertadas a partir do 3º ano conforme determina o Projeto Político Pedagógico do curso.

Parágrafo único: É definido como campo de estágio as instituições escolares e nãoescolares do município de Cornélio Procópio.

 

Art.8º. O Estágio Supervisionado tem carga horária total de quinhentas e oitenta horas (580), distribuídas em cento e oitenta horas (180) de atividades teóricas realizadas em disciplina que compõe o horário semanal e quatrocentas horas (400) de atividades teóricopráticas, assim distribuídas:

 

I - no 3º ano:

Gestão Escolar e não-escolar - 140 horas

Docência na Educação Infantil - 130 horas

 

II - no 4º ano: 

Docência no Ensino Fundamental – anos iniciais - 130 horas.

 

§1º. Os alunos que exercem atividade docente regular nos anos iniciais do Ensino Fundamental e/ou na Educação Infantil terão até vinte e cinco por cento (25%) da carga horária do Estágio Supervisionado dispensada, conforme a Resolução CNE 02/02, exceto no Projeto de Intervenção.

§2º. A carga horária de atividades teórico-práticas deverá ser distribuída entre as seguintes atividades:

 

Estágio Supervisionado I – Gestão Escolar e não-escolar – 3º ano – 140 horas 

 

  1. a)Estudos teóricos dirigidos

Os estudos serão orientados pelo professor/orientador direcionados à educação, à escola e sua organização e à temática de cada projeto.

  1. b)Visita à escola e aos espaços não escolares (observação; análise documental; levantamento de dados através de entrevistas e/ou questionários).
  2. c)Elaboração de projetos

Os projetos têm sua origem na coleta e análise dos dados empíricos da escola e dos espaços não-escolares, assim deverão ir ao encontro das necessidades da mesma.

  1. d)Desenvolvimento dos projetos

As atividades serão desenvolvidas diretamente nas escolas e nos espaços não-escolares mediante projeto definido anteriormente. 

  1. e)Avaliação dos

Será realizada tanto pelo professor/orientador, como pelo Supervisor de campo (ProfessorPedagogo/Pedagogo) da escola envolvidos com as atividades:

 

  1. f)Elaboração de Memorial Descritivo (Constando de: descrição sobre o estágio e fundamentação teórica pertinente à área).
  2. g)Seminário Integrador.

 

 Estágio Supervisionado II - Docência na Educação Infantil – 3º ano – 130 horas

 

  1. a)Estudos teóricos dirigidos

Osestudos serão orientados pelo professor/orientador direcionados às áreas de conhecimento da Educação Infantil

  1. b)Visita à escola (observação; análise documental; levantamento de dados através de entrevistas e questionários).
  2. c)Elaboração dos planos de aula

Os projetos de docência têm sua origem na coleta e análise dos dados empíricos da escola, assim deverão ir ao encontro das necessidades da mesma.

  1. d)Docência

Será desenvolvida na escola, em uma turma e nas diversas áreas do conhecimento.

  1. e)Avaliação das docências

Será realizada tanto pelo professor/orientador, como pelo Supervisor de campo (Pedagogo) da escola envolvido com as atividades

  1. f)Elaboração do artigo final
  2. g)Seminário Integrador

 

Estágio Supervisionado III - Docência nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental – 4º ano – 130 horas 

 

  1. a)Estudos teóricos dirigidos

Os estudos serão orientados pelo professor/orientador direcionados às disciplinas curriculares do Ensino Fundamental

  1. b)Diagnóstico da escola (observação; análise documental: Projeto Político Pedagógico, Regimento Escolar, Proposta Pedagógica Curricular, levantamento de dados por meio de entrevistas e questionários).
  2. c)Observações de 20 horas em salas de aula – 04 horas em cada ano.
  3. d)Elaboração dos planos de aula ou projetos de ensino

Os planos de aula serão elaborados a partir dos conteúdos indicados pela professora regente da sala selecionada para a docência, assim deverão ir ao encontro das necessidades da mesma.

  1. e)Docência

Será desenvolvida na escola, durante uma semana (20 horas) envolvendo todas as disciplinas ou se for projeto de uma área do conhecimento, em dias alternados conforme organização do mesmo, totalizando 20 horas.

  1. f)Avaliação das docências

Será realizada tanto pelo professor/orientador, como pelo Supervisor de campo (Professor regente) da escola envolvidos com as atividades.

  1. g)Elaboração do artigo final.
  2. h)Seminário Integrador.

 

Art.9º. As disciplinas de Estágio Supervisionado seguem as ementas:

I – Estágio Supervisionado em Gestão Escolar e não-escolar - A atuação do pedagogo na gestão da escola pública. Elaboração e desenvolvimento de projetos educativos na gestão escolar e nos espaços educativos não-escolares. 

II – Estágio Supervisionado na Educação Infantil - Estágio na Educação Infantil: concepção, observação, intervenção e produção teórica. Análise das diferentes concepções que fundamentam a prática docente. Apropriação da legislação que o regulamenta. Vivência nos centros de educação infantil iniciada pela observação e caracterização do trabalho da equipe escolar, da estrutura e funcionamento do contexto, bem como, do trabalho docente em sala de aula. Planejamento, organização e intervenção junto às crianças da educação infantil pautado num processo de ensino-aprendizagem. Elaboração teórica contrapondo teoria e práticas, emergida de um olhar critico e reflexivo sobre a importância da prática de ensino para a formação do professor de educação infantil.

III – Estágio Supervisionado nos anos iniciais do Ensino Fundamental - Reflexões sobre o estágio na formação do professor e sobre os pressupostos teóricos e metodológicos do Ensino Fundamental. Vivência nos anos iniciais do ensino fundamental, por meio da observação, participação e análise e registro desse ambiente educacional. Planejamento e intervenção nos anos Iniciais do Ensino Fundamental. Reflexões e participação em atividades voltadas à prática pedagógica no espaço escolar.

  

CAPÍTULO IV

Das Atribuições

 

Art.10. Os grupos serão formados por no máximo de dez (10) alunos, sob a orientação/supervisão de um (01) professor/orientador de Estágio Supervisionado, que contará com a carga de: duas (02) horas-aula para atendimento do grupo no espaço da universidade e cinco (05) horas-aula distribuídas nas atividades teórico-práticas na universidade e em campo de estágio.

§1º. O total de sete (07) horas-aula será computado na carga horária de ensino do Professor. 

§ 2º. A supervisão do estágio será na modalidade direta, consistindo no acompanhamento, na orientação e na avaliação realizada direta e continuamente das atividades planejadas e desenvolvidas nos campos de estágio no decorrer de todo o processo.

§3º. Os projetos de estágios, que também constar como atividade de extensão, darão direito a certificação para os participantes, exceto o professor-orientador.

 

Art.11. Cada curso tem um Coordenador de Estágio, eleito pelo Colegiado de Curso.

 

Art.12. Ao Coordenador de Estágio será atribuída uma carga horária de quatro (04) horas – aula.

Parágrafo único: A Coordenação de Estágio terá um mandato de um ano, sendo possível a recondução da função;

  

Art.13. À Coordenação de Estágio compete:

I - garantir a avaliação coletiva dos estágios em conformidade com o Projeto Político –

Pedagógico do curso;

II - articular e cumprir um calendário de atividades;

III - coordenar a avaliação semestral das disciplinas de Estágio Supervisionado;

IV - manter contato com a Secretaria Municipal de Educação, Núcleo Regional de Ensino e demais instituições que poderão ser campo de estágio;

V - organizar anualmente Seminário Integrador;

VI - proceder à análise dos projetos nas disciplinas de Prática de Ensino I, II e III a fim de garantir o cumprimento do Projeto Político Pedagógico do Curso de Pedagogia;

VII - encaminhar e manter atualizado junto à Secretária Acadêmica, relação de alunosestagiários com respectivos campos de estágio;

VIII - apresentar ao Colegiado, anualmente, relatório sobre as atividades desenvolvidas.

IX - acompanhar e avaliar os acadêmicos que tenham estágio não-obrigatório.

 

 Art.14. Ao Professor/Orientador compete:

I - conhecer e atuar a partir do Projeto Político Pedagógico do Curso de Pedagogia;

II - cumprir com as ementas e os objetivos do Plano de Ensino;

III - apresentar ao Coordenador de Estágio, o plano de acompanhamento de estágio em até quinze (15) dias do início das atividades no campo da prática;

IV - subsidiar e acompanhar continuamente as atividades do estágio, coordenando e avaliando os planos ou projetos elaborados coletivamente;

V - elaborar e cumprir o calendário de atividades;

VI - participar dos momentos coletivos convocados pela Coordenação de Estágio; bem como do Seminário Integrador.

 

Art.15. Ao estagiário compete:

I - atuar, buscando compreender, apreender e articular os pressupostos e a concepção teórico-metodológica do Projeto Político-Pedagógico do Curso de Pedagogia;

II - participar de todo o processo de construção, elaboração, realização e avaliação do estágio;

III - apresentar ao término do ano letivo trabalho final definido pelo Professor/Supervisor produzido nas disciplinas de Estágio Supervisionado I, II e III;

IV - desenvolver as atividades com ética e respeito ao campo de prática.

 

 

CAPITULO V

Da Avaliação

 

Art.16. A avaliação do Estágio Supervisionado será concomitante ao próprio processo de desenvolvimento dos estágios, ocorrendo nos encontros coletivos convocados pelos coordenadores e pelos professores-orientadores.

§1º. O processo de avaliação terá como parâmetro os pressupostos do Projeto Político Pedagógico do Curso de Pedagogia, articulado às suas diretrizes.

§2º. Será necessário, ao final do ano letivo, apresentar em trabalho final, os resultados obtidos durante a realização do estágio.

 

Art.17. A avaliação poderá ser realizada coletiva ou individualmente, conforme a decisão do grupo com o professor-orientador, levando em conta:

I - participação nos grupos de estudo;

II - atuação no campo de estágio;

III - participação nos relatórios coletivos, sistematização e análise dos dados;

IV - participação nas reuniões com supervisor e nas demais convocadas pela Coordenação de Estágio;

V - elaboração e desenvolvimento de projetos;

VI - participação e apresentação de trabalho conclusivo no Seminário Integrador;

VII - elaboração de trabalho final.

Parágrafo Único: O Seminário Integrador é uma atividade obrigatória para acadêmicos e Professores-Supervisores, caracterizando-se como atividade avaliativa.

 

CAPITULO VI

Das Disposições Finais

 

Art.18. Qualquer proposta de alteração deste Regulamento deverá ser apreciada pelo Colegiado do Curso.

 

Art.19. Os casos omissos serão analisados e apreciados pelo Colegiado do Curso, com base nas normas e regulamentos internos da instituição e, em poder de recurso, pelo Conselho de Centro e, posteriormente, pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão.