Núcleo de Apoio Social e Psicológico da UENP completa dois anos de atendimento

Segunda, 21 Setembro 2020 12:30 por Assessoria de Comunicação Social
Projeto busca oferecer apoio à comunidade acadêmica no intuito de prevenir a depressão, o suicídio e outros transtornos psicológicos Projeto busca oferecer apoio à comunidade acadêmica no intuito de prevenir a depressão, o suicídio e outros transtornos psicológicos

O Núcleo de Apoio Social e Psicológico (NASP) da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) completa dois anos de atendimento neste mês de setembro. O NASP foi criado pensando na melhoria da qualidade de vida da comunidade acadêmica e na proteção à saúde, para atender a discentes, docentes e agentes universitários dos três campi da Instituição, com acompanhamento psicológico, palestras e oficinas.

O NASP busca oferecer apoio à comunidade acadêmica no intuito de prevenir a depressão, o suicídio e outros transtornos psicológicos. Segundo a pró-reitora de Extensão e Cultura da UENP e coordenadora do Núcleo, professora Simone Cristina Castanho Sabaini de Melo, o projeto auxilia na saúde psicológica da comunidade. “As atividades extensionistas do NASP têm como principal objetivo desenvolver ações de apoio psicológico e de assistência social para a comunidade acadêmica da UENP”, explica.

Para a psicóloga do NASP, Brenda Araújo Betamin, o projeto é de grande importância por ser o espaço que presta apoio psicológico e ações de assistência social. “A grande busca pelos serviços oferecidos ressalta o quão necessário é um projeto que possibilite a criação de melhores experiência vividas dentro da Universidade. E que também dialogue e troque saberes com a comunidade externa dos três municípios”, destaca. Desde a implantação, em 2018, o Núcleo atendeu 378 pessoas e já realizou 1842 sessões de atendimento.

Além do atendimento à comunidade interna, outra frente do projeto é realizada com a comunidade externa, por meio de palestras e oficinas em escolas públicas de ensino médio dos municípios de Bandeirantes, Cornélio Procópio e Jacarezinho. “O NASP promoveu palestras e oficinas sobre o uso de drogas em colégios públicos para estudantes do ensino médio, elaborando uma cartilha sobre o tema a partir desses encontros. Também publicou, mais recentemente, um manual de orientações em saúde mental em tempos de isolamento social”, relata a psicóloga. O Núcleo realizará, nos próximos meses, produção de podcasts com diversos temas relacionados ao cotidiano e a saúde mental direcionados ao público externo e interno da Universidade.

“A implantação do Núcleo de Apoio Social e Psicológico foi o ponto de partida para uma sólida constituição de uma política de Assistência Estudantil e Acadêmica que poderá, ao longo anos, ser aprimorada de modo a fazer com que os sujeitos envolvidos neste processo – a saber, a própria Instituição – seja beneficiário direto desta ação, quer na promoção e propagação da ciência, quer na qualidade de vida que será propiciada aos alunos, professores e agentes universitários”, reflete a coordenadora.

A equipe no NASP é formada por dois psicólogos, Brenda Araújo Betamin e William Kenji Maruyama (que atua pelo Programa de Residência Técnica em Gestão Pública - RESTEC), e uma estagiária, Stefany Lima Rosolem. Desde a paralização das atividades presenciais por conta da pandemia do novo coronavírus, o NASP tem realizado as sessões de atendimento de forma remota. Para dúvidas, mais informações ou para solicitar horário de atendimento, entre em contato pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Acompanhe o NASP no Instagram @nasp.uenp.

Última modificação: Segunda, 21 Setembro 2020 20:53
Compartilhe: