Mostrando itens por tag: história

O professor da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Newton Braga, em parceria com o professor José Carlos Neves Lopes, da Universidade Paulista (UNIP), publicou a obra "Meu pai e a ferrovia: uma breve história fotográfica da Companhia Ferroviária São Paulo – Paraná – 1924-1944".

A exposição "A Cidade de Jacarezinho entre as linguagens do imaginário", que acontece até dia 25 de agosto, no Museu do Bispado Dom Ernesto de Paula e Centro de Documentação e Pesquisa da UENP (CEDHIS), comemora o mês do folclore e busca remontar a formação da lenda sobre a cobra gigante que estaria no subterrâneo da cidade, presa por símbolos locais. O espaço conta com obras de arte de Edmilson Donizetti e João Caldeira sobre a cidade de Jacarezinho, seus destinos e a citada lenda.

O professor-doutor Jean Carlos Moreno, do colegiado de História do Centro de Ciências Humanas e da Educação (CCHE), da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Campus Jacarezinho, lançou os livros "Quem Somos Nós? Apropriações e Representações Sobre a(s) Identidade(s) Brasileira(s) em Livros Didáticos de História", pela Paco Editorial, e "Identidades Brasileiras", pelo selo "Cultura Acadêmica". As obras, publicadas no último mês, são frutos de pesquisa da tese de doutoramento do professor.

Uma reunião realizada na quarta-feira, 7, discutiu, inicialmente, uma parceria entre a Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Prefeitura de Jacarezinho, com a Fazenda Califórnia, situada no município. A iniciativa busca a realização de um projeto conjunto para viabilizar a organização de um museu na fazenda, além de uma rota turística, para visitação de grupos escolares e universitários.

A exposição "Povos Indígenas do Norte do Paraná", aberta hoje (24/04), no Museu do Bispado Dom Ernesto de Paula, de Jacarezinho, dará a conhecer um pouco mais dos primeiros habitantes do Estado do Paraná e da cultura desses povos em seus diversos aspectos. A mostra passa pela história dos povos Xeta, Caingangue e Guarani que ocuparam e ainda ocupam espaços territoriais nessa região. A exposição acontece até dia 12 de maio.