UENP realiza abertura oficial do PIBID

Quinta, 16 Agosto 2012 15:03
Professores salientaram a importância do PIBID para a formação do acadêmico Professores salientaram a importância do PIBID para a formação do acadêmico

A Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) realizou, na tarde de terça-feira, 14 de agosto, a abertura oficial do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID). O evento, que aconteceu no salão nobre da Unidade Centro do campus de Cornélio Procópio, contou com a presença da pró-reitora de Graduação (PROGRAD), Ana Rita Levandovsk; dos diretores dos Centros de Letras, Comunicação e Artes (CLCA), Vanderléia da Silva Oliveira; e Centro de Ciências Humanas e da Educação, Ricardo Aparecido Campos; da palestrante, coordenadora de gestão de processos educacionais do PIBID na Universidade Estadual de Londrina (UEL), Eliana Aparecida Silicz Bueno, além dos coordenadores dos projetos de área, professores da educação básica e acadêmicos bolsistas da instituição que participam do projeto.

 


Na oportunidade, a pró-reitora Ana Rita transmitiu os cumprimentos aos participantes do programa e felicitou-os no sentido de que a iniciativa contribua para a melhora da qualidade da formação acadêmica de cada um. "A primeira iniciativa neste encontro tem como propósito dar início à criação de um novo espaço para a troca de ideias, de conhecimentos pertinentes ao Programa e ao processo de ensino e aprendizagem nos cursos de licenciatura. Como também, contribuir para a organização de procedimentos pertinentes ao PIBID. Que este programa estruture oportunidades para conhecer, socializar, discutir e repensar aquilo que acontece nas instituições formadoras, no interior das escolas e na interface entre elas", salienta Ana Rita.

 


A professora da UEL, Eliana Silicz, comenta que desde 2009 realiza trabalhos com o PIBID, experiência que trouxe para a conferência de abertura do PIBID/UENP. Na palestra realizada aos alunos bolsistas e professores que estão envolvidos no PIBID, Eliana apresentou os trabalhos que são realizados na UEL. Ela acentua que um dos fundamentos mais importantes do Programa é a vivência do acadêmico na escola. "Se o aluno 'pibidiano' é do primeiro ano do curso de licenciatura, então, desde o início, este aluno terá contato com a escola. Com isso, a vivência dele está sendo direta e isso para o estudante é muito importante. Possibilita a ele a prática pedagógica, beneficiando tanto os acadêmicos quanto a comunidade".


O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID), que agora passa a compor as atividades acadêmicas da UENP, está alicerçado nas novas políticas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), no que se refere à formação qualificada de professores para a educação básica. O PIBID visa elevar a qualidade da formação inicial dos docentes nos cursos de licenciatura das universidades. O Programa tem objetivo também de estreitar as relações entre a IES e as escolas públicas, oportunizando ações de parceria na formação inicial e continuada ou em serviço de professores. Os professores bolsistas do programa deverão desenvolver atividades em laboratório, em sala de aula, na realização de cursos e minicursos, além de participação em eventos da área de Educação.


A pró-reitora Ana Rita, que também representou o reitor da UENP, Eduardo Meneghel Rando, desejou aos bolsistas, acadêmicos de iniciação à docência, que este trabalho seja extremamente gratificante e que fortaleça a formação acadêmica, pessoal e profissional, para que novos conhecimentos, teórico-prático, contribuam verdadeiramente para a capacitação e para o sucesso na profissão que irá exercer. "Desejo muito sucesso e que colham excelentes resultados ao que se propõem. Que suas ações no PIBID, de fato, contribuam para a melhoria da qualidade na formação de professores".


Ana Rita agradece a todos que participaram desse processo: a coordenadora institucional do PIBID, professora Carla Holanda da Silva, do Centro de Ciências Humanas e da Educação (CCHE), campus de Cornélio Procópio; ao coordenador de gestão de processos educacionais, professor Marcio Akio Ohira, do Centro de Ciências Biológicas (CCB), campus Luiz Meneghel de Bandeirantes; ao professor Maurício de Aquino, do Centro de Ciências Humanas e da Educação (CCHE), campus de Jacarezinho, pela grande contribuição e suporte acadêmico ao programa; aos coordenadores de área, professores da UENP, pelo empenho e dedicação para elaboração dos projetos e, consequentemente, a aprovação e, também, aos supervisores, professores da Educação Básica aos quais deseja ainda que este trabalho de parceria com a Universidade seja gratificante e fecundo para as praticas pedagógicas.


PIBID/UENP

Na UENP, os cursos que submeteram projetos foram os de Ciências Biológicas e de Licenciatura em Sistemas de Informação, campus Luiz Meneghel, de Bandeirantes; de Geografia, Letras-Inglês, Letras-Português e Matemática, campus de Cornélio Procópio; Filosofia, História, Matemática e Pedagogia, do campus Jacarezinho.
Os 10 subprojetos aprovados beneficiarão com bolsas 139 acadêmicos de Iniciação à Docência; 20 bolsistas supervisores; 10 bolsistas coordenadores de área; um bolsista coordenador de área de gestão e um bolsista coordenador institucional. Ao todo, o recurso disponibilizado para as bolsas do PIBID será de R$1.055.600,00. O Programa garante ainda recursos de custeio, destinado à aquisição de materiais para execução dos subprojetos, no valor de R$104.250,00 Os subprojetos serão desenvolvidos em parceria com escolas públicas da rede básica de ensino (municipais e estaduais) das cidades de Bandeirantes, Jacarezinho, Santo Antônio da Platina e Cornélio Procópio.


O PIBID prevê como incentivo para a execução destas ações bolsas de fomento para todos os envolvidos pelo período do projeto cuja duração é de um ano. Os bolsistas de iniciação à docência recebem bolsa no valor de R$400; bolsista supervisor, professores da rede básica e pública de ensino, R$765; os coordenadores de área, professores da IES e coordenadores dos subprojetos, R$1.400; o coordenador de área de gestão e também professor da IES, que auxilia no desenvolvimento do projeto junto com o coordenador institucional e que tem como responsabilidade a coordenação do projeto na universidade, R$1.400 e R$1.500, respectivamente.

Última modificação: Quinta, 16 Agosto 2012 15:16