.

Segunda, 07 Novembro 2022 08:30

“Candaces: mulheres negras na ciência, cultura e na vida”  será o tema da oitava edição da Mostra de Arte e Cultura Afro-brasileira. O evento, que promete movimentar o Norte do Paraná e cidades do sul do Estado de São Paulo, será realizado de 9 de novembro a 9 de dezembro. A Mostra é organizada pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), em parceria com o Instituto Federal do Paraná - Campus de Jacarezinho, com as Prefeituras de Jacarezinho, Bandeirantes e Santa Amélia, por meio de seus respectivos Departamentos de Turismo e Cultura. 

As ações acontecerão nos três campi da Universidade, no Parque Universitário da UENP e na Escola Municipal Leda de Lima Canário, em Bandeirantes. O evento é gratuito e certificará os participantes, com carga horária de 20 horas. As inscrições estão abertas e podem ser realizadas por meio do endereço https://forms.gle/YXDcLjtGmqadtFgLA 

Segundo o diretor de Cultura da UENP e coordenador da Mostra, James Rios, o objetivo do evento, nesta edição, é levar, à comunidade regional, uma reflexão mais contundente sobre as questões raciais, tendo a figura da mulher como eixo central das discussões. “Este evento tem se consolidado como importante espaço para esse debate de resistência e também enfrentamento. A UENP e os demais parceiros há tempos têm compreendido a importância de as Instituições se posicionarem ante ao racismo que atravessa a estrutura da sociedade brasileira. Por meio da arte e da cultura, fomentamos um debate que existe e deve existir para além do mês dedicado à consciência negra”, afirma. 

O coordenador do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (NEABI), do Instituto Federal Campus de Jacarezinho, Árife Amaral Melo, comentou sobre a participação da instituição em mais uma edição. “O Campus do IFPR Jacarezinho possui um longo histórico de parcerias com a UENP, oferecendo apresentações artísticas, palestrantes, participando de mesas-redondas e também levando nossos estudantes para prestigiar o evento, abrangendo desde os alunos do ensino médio até o superior. A mostra deste ano, inclusive, pretende abranger o Balaio Cultural do IFPR Jacarezinho, agregando de forma muito relevante o acesso dos nossos estudantes à cultura, particularmente à cultura afro-brasileira”, disse. 

Para o diretor do Departamento de Turismo de Jacarezinho, Fabiano Oliveira, a participação de Prefeitura, por meio do departamento que dirige, “é uma forma de incentivar a Comunidade Negra a ocupar seu espaço”. Segundo ele, é “um reconhecimento aos negros que chegaram à Jacarezinho junto com a comitiva dos chamados "pioneiros", ainda no fim do século XIX, e ajudaram a construir essa cidade. É a reverência à arte de um povo cuja profundidade nunca se limitou à margem, ainda que muitos assim o quisessem. Portanto, não é só um tributo ao passado, mas também uma forma de olhar o presente e prospectar o futuro. A comunidade Negra de Jacarezinho merece um lugar de destaque”. 

Programação

A Mostra terá início no Campus de Cornélio Procópio, dia 9 de novembro, quinta-feira, às 19h30, com a mesa-redonda intitulada “Literatura, Educação e as Negras Histórias para Ninar a Nossa Gente''. A mesa será composta pela atriz e contadora de histórias Edna Aguiar e pela professora-doutora Amanda Crispim, de Londrina, e será mediada pela professoras-doutoras Rosiney Vale (UENP), em Cornélio, e Micheli Gomes, em Jacarezinho, no dia 10 de novembro.

Também no dia 10, às 9h30, a Mostra levará ao Campus Luiz Meneghel, em Bandeirantes, as histórias da Preta do Leite, personagem da artista Edna Aguiar. No período da tarde, às 13h30, a Escola Municipal Leda de Lima Canário também receberá uma apresentação da artista.

Já no dia 17, às 15h, ocorrerá a  abertura da exposição de artes visuais “Malungueiras” da artista Ivonete Alves, de Presidente Prudente. A exposição acontecerá no Museu de Arte e Cultura Popular, localizado no Parque Universitário de Ciência, Cultura e Inovação da UENP e contará com mais de 20 obras da artista que entrelaçam a arte do Antigo Egito Negro à Arte Negra Contemporânea. A exposição ficará disponível para visitação até o dia 9 de dezembro. 

No dia de 21 de novembro, a partir das 8h, o Parque Universitário da UENP receberá os alunos do Campus de Jacarezinho do  Instituto Federal do Paraná para a realização de mais uma edição do Balaio Cultural IFPR. A ação contará com oficinas ministradas pelos professores do IFPR, exposições de arte e diversas atividades culturais focadas em temáticas afro-brasileiras. O Balaio Cultural já é uma tradição no IFPR, fazendo parte do calendário acadêmico em todos os bimestres. Com temáticas variadas, propicia um momento de troca de conhecimento, de arte e muita cultura. “Esse será o primeiro Balaio realizado fora do Campus do IFPR, o que já está gerando ansiedade e entusiasmo nos estudantes”, disse o coordenador do NEABI, Árife Amaral Melo. 

No dia 26 de novembro, no Parque Universitário da UENP, será realizada a primeira edição do Festival Afro Parque, a mais nova atração da Mostra de Arte e Cultura Afro-brasileira. O festival contará com o batismo dos novos integrantes do Grupo de Capoeira Ginga Modelo, coordenado por Mestre Valtinho, contação de histórias com Francislaine Carvalho, venda de bolinhos da Tetê, e apresentações culturais da Bateria GRECES Acadêmicos Capiau e da cantora Vanessa Machado, de Ourinhos - SP. 

A VIII Mostra de Arte e Cultura Afro-brasileira é uma realização da Universidade Estadual do Norte do Paraná - Pró-reitoria de Extensão e Cultura e NEABI, do Instituto Federal do Paraná - Campus Jacarezinho/NEABI, Prefeitura Municipal de Jacarezinho - Departamento de Cultura e Departamento de Turismo, Prefeitura Municipal de Bandeirantes e Santa Amélia e da Escola de Samba Acadêmicos Capiau.

 

Última modificação: Terça, 06 Dezembro 2022 13:26
Compartilhe: