CAPES aprova Mestrado Profissional em Ensino da UENP

Terça, 03 Novembro 2015 17:36 por Assessoria de Comunicação Social

Em 29 de outubro, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES/MEC) divulgou o resultado de novos cursos stricto sensu (APCN) acadêmicos e profissionais. Na ocasião, a Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) teve aprovado o Programa de Pós-Graduação em Ensino (Mestrado Profissional), o único da área em todo o País homologado na 160ª Reunião do Conselho Técnico-Científico da Educação Superior (CTC-ES).

A área de “Ensino” foi constituída por decisão do Conselho Superior da CAPES em 2011 e está inserida na grande área multidisciplinar. Foi nucleada na antiga área de Ensino de Ciências e Matemática, da qual guarda as principais referências e experiência de organização e avaliação de Programas de Pós-Graduação no Brasil. Com tradição de mais de uma década, esses programas atuam principalmente na pesquisa e em produções didático-pedagógicas voltadas ao ensino de conteúdos específicos, promovendo interlocuções entre esses conteúdos e os conhecimentos pedagógicos para seu ensino.

O Programa de Mestrado Profissional em Ensino da UENP é uma proposição de docentes dos colegiados de Ciências Biológicas e de Matemática do Centro de Ciências Humanas e da Educação (CCHE), do Campus de Cornélio Procópio (CCP), sendo elaboradores o professor-doutor Lucken Bueno Lucas, a professora-doutora Simone Luccas e o professor-mestre Rudolph dos Santos Gomes Pereira.

Como área de concentração, o Programa terá o tripé “Ensino, Ciência e Tecnologia”, e duas linhas de pesquisa: “Ensino e Aprendizagem em Ciências Naturais e Matemática” e “Formação Docente, Recursos Tecnológicos e Linguagens”. O objetivo desse Mestrado, salientam os propositores, consiste em qualificar profissionais para atuar como docentes nos diferentes níveis de ensino (Educação Básica e Ensino Superior), mediante o desenvolvimento de pesquisas e propostas pedagógicas voltadas à prática docente em distintas áreas do conhecimento, incluindo espaços formais e não formais de aprendizagem.

Poderão participar do processo seletivo graduados das áreas das Ciências Naturais (Física, Química e Biologia), Matemática, Geociências, Informática, Ciências da Saúde e Ciências Sociais Aplicadas, ou profissionais de outros campos de formação que atuem ou queiram atuar profissionalmente na docência. O início das atividades acontecerá no primeiro semestre de 2016, quando serão ofertadas 13 vagas mediante processo seletivo específico. As aulas serão realizadas na UENP, Campus de Cornélio Procópio.

Segundo os propositores, o Programa de Mestrado Profissional em Ensino será um importante componente de verticalização para a UENP, respondendo às demandas regionais de capacitação docente e proporcionando, por meio de pesquisas direcionadas, diálogos multi e interdisciplinares entre a Universidade e as salas de aula, a fim de promover formação reflexiva, crítica e inovadora a docentes de diferentes áreas de conhecimento.

Os docentes do Programa Mestrado em Ensino da UENP agradecem à reitora Fátima Aparecida da Cruz Padoan, ao vice-reitor, Fabiano Gonçalves Costa; à pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, Teresinha Esteves da Silveira Reis; e à diretora do Campus de Cornélio Procópio, Vanderléia da Silva Oliveira, pelo apoio, incentivo, investimento e reconhecimento da relevância desse Programa para a UENP.

Docentes

O programa contará com a participação de 11 professores-doutores efetivos dos três campi da UENP, todos em regime de dedicação exclusiva, além de outros dois professores-doutores da Universidade Federal do Paraná (UFPR), do campus avançado de Jandaia do Sul, cedidos via termo de cooperação. São eles: Antonio Stabelini Neto (Educação Física – Campus de Jacarezinho - CJ); Letícia Jovelina Storto (Letras - CCP); Lucken Bueno Lucas (Ciências Biológicas - CCP); Priscila Caroza Frasson Costa (Ciências Biológicas - Campus Luiz Meneghel - CLM); Simone Luccas (Matemática - CCP); Marlize Spagolla Bernardelli (Química - CCP); Willian Junior do Nascimento (Física, UFPR – Campus de Jandaia do Sul); Annecy Tojeiro Giordani (Enfermagem - CLM); Carlos Cesar Garcia Freitas (Administração - CCP); João Coelho Neto (Informática - CCP); Marília Bazan Blanco (Psicologia - CCP); Selma dos Santos Rosa (Pedagogia e Ciências da Computação, UFPR – Campus de Jandaia do Sul); e Rodrigo de Souza Poletto (Ciências Biológicas - CCP).

Compartilhe: