O dia 15 de maio foi marcado em todo o país por protestos de estudantes em defesa da educação pública, gratuita e de qualidade. Nas cidades que sediam os campi da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), não foi diferente. Atos de estudantes universitários mobilizaram a comunidade para mostrar ao público a relevância da educação superior pública e o impacto da Universidade.
A mestranda da 3ª turma do Programa de Pós-Graduação em Ensino (PPGEN) da UENP, Edinéya Miguel Pereira, realizou o curso de extensão intitulado “Formação Pedagógica para Professores do Ensino Técnico em Agronegócio”, sob orientação da professora-doutora Annecy Tojeiro Giordani. A produção técnica educacional aconteceu no Colégio Estadual de Educação Profissional Seiji Hatanda, em Ibaiti, no período de 30 de março a 22 de abril.
O Centro Internacional de Idiomas (CII) da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) divulgou os editais de chamamento público para credenciamento de profissionais para atuar como instrutores de idiomas. As inscrições vão até 30 de maio e devem ser realizadas exclusivamente pela internet, através do envio de documentação ao email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. O processo seletivo é composto de prova didática e avaliação curricular.
O Programa de Mestrado Profissional em Letras –Profletras, da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), recebeu de 24 de abril a 07 de maio de 2019 a professora-doutora Glaís Sales Cordeiro para ministrar, em conjunto com a professora Eliana Merlin Deganutti de Barro (UENP), a disciplina de Gêneros discursivos/textuais e ensino.
A Reitoria da Universidade Estadual do Norte do Paraná vem, por meio desta, manifestar seu apoio aos movimentos que, neste dia, saem em defesa das Universidades Públicas em todo o território nacional. O contingenciamento de recursos recentemente imposto pelo Governo Federal às instituições de ensino superior – sem amplo debate junto à comunidade acadêmica – bem como, por outra via, os ataques contra os sistemas de ensino, em seus diversos níveis, elevam, sobejadamente, a preocupação com aquilo que é, no entendimento desta Universidade, o nosso maior bem: a Educação pública, gratuita e de qualidade.