banner vestibular2018

parfor logo

O que é o PARFOR?

Criado no ano de 2009, o PARFOR (Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica) é um programa emergencial implantado em regime de colaboração entre a Capes (Coordenadoria de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior), os Estados, os Municípios, o Distrito Federal e as Instituições de Educação Superior (IES) com o objetivo de ofertar formação em nível superior exclusivamente para professores em exercício na rede pública da educação básica através da criação de turmas especiais em cursos de primeira licenciatura, segunda licenciatura e formação pedagógica.

Os professores atuantes na educação básica das redes municipal e estadual (cadastrados no Educacenso na função docente) sem curso superior ou que estejam atuando em disciplina para a qual não têm diploma poderão realizar o cadastramento e a pré-inscrição na Plataforma Freire, no período estipulado em calendário, para concorrer às vagas do curso de interesse.

A UENP participa do PARFOR desde o ano de 2010 oferecendo cursos de segunda licenciatura na modalidade presencial.


O que é a Plataforma Freire? Como funciona o PARFOR?

A Plataforma Freire é um sistema eletrônico criado em 2009 pelo Ministério da Educação (MEC) para gerenciar o PARFOR. Desde maio de 2012 o sistema passou a ser administrado pela Capes e está em processo de reestruturação para atender às demandas dos diferentes programas de formação de professores. O funcionamento do PARFOR constitui-se nas seguintes etapas geridas pela Plataforma Freire:

1. As secretarias municipais e estaduais informam a demanda de formação para cada disciplina.
2. As IES informam suas ofertas de cursos e de vagas considerando as demandas das secretarias.
3. Os Fóruns Estaduais Permanentes validam as ofertas de cursos e de vagas em acordo com a demanda e as normas do programa.
4. Informada pelos Fóruns, a Capes libera a pré-inscrição em cursos para professores em exercício na educação básica pública.
5. As secretarias municipais e estaduais validam as pré-inscrições adequadas.
6. As IES realizam o processo de avaliação das pré-inscrições, seleção dos candidatos e, por fim, realiza a matrícula dos selecionados.
7. As IES convocam os matriculados para o início dos cursos.
8. As IES atualizam os dados dos cursos até a sua conclusão.