sisu setima

CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO – TCC (MONOGRAFIA)

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC/Monografia) é entendido como um componente curricular obrigatório do curso, sendo realizado sob a supervisão docente. Pode envolver projetos de atividades centrados em determinada área teórico-prática ou de formação profissional do economista, que reúne e consolida as experiências em atividades complementares, em consonância com os conteúdos teóricos estudados. Além das atividades da Orientação de Monografia (120 horas), a Monografia (270 horas) têm se mostrado de extrema importância para o processo de ensino e aprendizagem na formação do profissional em economia, potencializando a fixação e a contextualização do conhecimento teórico, permitindo que os estudantes aprendam, por meio de esforço individual de pesquisa, como abordar objetivamente o seu mundo e como desenvolver soluções para problemas complexos. O Regulamento Próprio de TCC/Monografia do Colegiado de Ciências Econômicas segue a RESOLUÇÃO Nº 026/2011 CEPE/UENP de 05 de setembro de 2011, conforme disposto a seguir. 

REGULAMENTO PRÓPRIO DO COMPONENTE CURRICULAR TRABALHO DE CONCLUSÃO (TCC/MONOGRAFIA) DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS

 

Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) se constitui numa monografia individual, sendo uma exigência curricular obrigatória para obtenção de diploma no Curso de Graduação em Ciências Econômicas.

Deve ser compreendido como um momento de síntese e expressão da totalidade da formação profissional. É o trabalho no qual o estudante sistematiza o conhecimento resultante de um processo investigativo, originário de um a indagação teórica preferencialmente unida a uma realidade econômico-social, realizado dentro de padrões e exigências metodológicas e acadêmico-científicas.

Portanto o TCC se constitui numa monografia científica elaborada sob a orientação de um professor orientador e avaliada por uma Banca Examinadora.

SÍNTESE

A Monografia é uma atividade curricular obrigatória do Curso de Ciências Econômicas, desenvolvida sob a orientação de professor orientador, realizada durante o último ano do período letivo.

I – PRÉ-REQUISITO E CARGA HORÁRIA

1. Deverá ser cumprida pelos alunos do Curso de Ciências Econômicas regularmente matriculados no último ano do curso (4ª. série);

2. A carga horária mínima da atividade de Monografia está proposta no Projeto Pedagógico do Curso de Ciências Econômicas (PPC);

3. Para cursar a disciplina Monografia o aluno deverá cursar, primeiramente, a disciplina Técnicas de Pesquisa em Economia, como pré-requisito, obrigatoriamente.

II - DO DESENVOLVIMENTO

O desenvolvimento de atividades de Monografia consistirá de três fases:

1ª Fase – primeiro bimestre

a) o professor orientador escolherá, de preferência com sua afinidade de estudo e/ou pesquisa, o aluno orientando de acordo com a temática proposta no pré-projeto de pesquisa elaborada na disciplina Técnicas de Pesquisa em Economia;

b) cabe ao professor orientador colaborar e enfatizar o enriquecimento da temática escolhida pelo aluno orientando exceto se o mesmo desejar mudar. Neste caso, cabe ao professor orientador auxiliar na escolha de uma nova temática;

c) pesquisa bibliográfica compatível com o tema;

d) cabe ao professor orientador revisar o pré-projeto de pesquisa e se for necessário, solicitar a imediata elaboração de um novo projeto de pesquisa para que este se concretize a temática assim como o bom desenvolvimento da pesquisa monográfica, isto é, que o projeto de pesquisa forneça, a princípio, a bagagem mínima necessária para o início da monografia;

e) apresentação de relatórios periódicos durante toda a fase;

f) delineamento geral do trabalho até o final do primeiro bimestre letivo;

g) avaliação parcial do primeiro bimestre letivo;

h) elaboração das correções necessárias.

2ª Fase – segundo bimestre

a) início da elaboração da monografia;

b) apresentação de relatórios periódicos durante toda a fase;

c) elaboração das correções necessárias;

d) apresentação de, pelo menos, dois capítulos da monografia.

3ª Fase - terceiro bimestre

a) continuidade da elaboração da monografia;

b) apresentação de relatórios periódicos durante toda a fase;

c) apresentação (fase preliminar) da monografia (encadernado em espiral);

d) elaboração das correções necessárias, isto é, normas técnicas e erros de língua portuguesa.

4ª Fase - quarto bimestre

a) digitação definitiva do trabalho (uma via), de acordo com as normas técnicas em vigor, o qual deverá ser entregue até o último dia do mês de novembro, devidamente encadernado, juntamente com uma cópia em CD (compact disc);

b) defesa da monografia à banca avaliadora.

III – DO TEMA

O tema a ser desenvolvido pelo aluno/orientando será escolhido entre os temas apresentados pelo aluno, os quais deverão, obrigatoriamente, versar sobre os fundamentos da teoria econômica, mediante sugestão do professor/orientador de Monografias, levando em conta:

a) as áreas temáticas do professor/orientador;

b) os temas das pesquisas do professor/orientador, concluídas ou em andamento;

c) os temas para os quais existam concursos de monografias;

d) outros temas sugeridos pelo professor/orientador;

e) outros temas sugeridos por quaisquer professores de Economia do Colegiado do Curso;

f) em função do tema, o aluno poderá escolher o professor/orientador.

IV - DO ORIENTANDO

Compete ao aluno:

a) cumprir a carga horária proposta no Projeto Pedagógico do Curso de Ciências Econômicas (PPC), devendo estar incluídas nessas horas o trabalho de pesquisa em biblioteca, entrevistas, redação, etc.;

b) escolher o tema e levando em conta à afinidade temática do professor orientador;

c) apresentar-se ao seu professor/orientador já na primeira semana do ano letivo;

d) entregar relatórios escritos em datas pré-fixadas pelo professor/orientador;

e) apresentar trabalho final digitalizado e encadernado, em uma via, de acordo com as normas técnicas vigentes e uma cópia em CD (arquivo com extensão em pdf).

V – DO ORIENTADOR

1. Estará apto orientar monografia todo professor que lecione no Curso de Ciências Econômicas (efetivos e colaboradores), extensivo aos demais professores (efetivos e colaboradores) da área de Ciências Sociais Aplicadas da UENP campus Cornélio Procópio;

2. Cada professor orientará um determinado número de alunos (a ser definido de acordo com a disponibilidade de docentes do Colegiado);

3. No período de atribuição de aulas do Curso de Ciências Econômicas todos os docentes deverão orientar monografias, respeitando sua área de atuação;

4. Caberá ao orientador:

a) orientar o(s) aluno(s) quanto à elaboração do Projeto de Monografia em dia e horário pré-fixados;

b) orientar as monografias somente nas dependências da UENP campus Cornélio Procópio, sendo vedada à orientação, sob quaisquer pretextos, em escritórios e/ou locais estranhos a Instituição;

c) solicitar relatórios frequentes de alunos, conforme previsto nas 1ª, 2ª e 3ª fases;

d) registrar a frequência do aluno de acordo com o horário de aulas de Monografias;

e) marcar com o(s) orientado(s), conforme data estipulada, a entrega do trabalho final e a defesa junto à Banca Examinadora;

f) apresentar as notas bimestrais e finais dos orientandos ao professor Coordenador de Estágio para que este digite as notas no sistema informatizado da Secretaria Acadêmica;

g) disponibilizar na Biblioteca as monografias defendidas assim como o CD (em pdf) com identificação do curso, do tema, do aluno orientando e do ano da defesa;

i) poderá, se necessário, o professor orientador convidar um professor da UENP campus Cornélio Procópio a vir a co-orientar devido a uma particularidade da temática e não como o todo em si. Neste caso, a título de exemplo, poderá ser um professor (efetivo ou colaborador) na área de direito, de matemática, da estatística, da administração, da sociologia ou de história, disciplinas complementares em certo ponto específico;

j) organizar e proceder ao sorteio para definir as datas e a ordem de apresentação das monografias pelos alunos/orientandos.

5. Na ausência de um membro da Banca Examinadora, exceto o professor orientador:

i) cabe a chamada imediata do professor suplente;

ii) na falta do professor suplente (por motivos justificados), cabe a chamada/convite de um docente regularmente matriculado numa Instituição pública ou privada externa ao UENP campus Cornélio Procópio deste que seja do Curso de Ciências Econômicas. No caso de professor externo a Instituição deve apresentar a Banca Examinadora um documento que comprove sua filiação a Instituição de sua origem, com assinaturas de seu Coordenador e Diretor Imediato.

VI – ELEMENTOS A SEREM CONSIDERADOS NA AVALIAÇÃO

Serão considerados como elementos de avaliação:

a) as avaliações registradas pelo professor orientador;

b) o interesse demonstrado pelo orientando durante todas as fases do trabalho;

c) a assiduidade do orientando nos contatos programados;

d) a apresentação dos relatórios parciais (verbais e escritos) solicitados pelo orientador;

e) essência, conteúdo e qualidade do trabalho final;

f) a obediência às normas técnicas em vigor;

g) a apresentação do trabalho final na data pré-determinada;

h) a defesa junto à Banca Examinadora.

VII – DA EXPOSIÇÃO ESCRITA DO PROJETO MONOGRÁFICO

A exposição consiste na apresentação pelo orientando, junto à Banca Examinadora previamente designada, um trabalho escrito, no qual procurará demonstrar seus efetivos conhecimentos do tema por ele escolhido.

A Banca Examinadora deverá avaliar a capacidade do aluno de expor corretamente suas ideias através de uma síntese do trabalho.

1) Da qualificação a Banca Examinadora

Cabe ao orientador avaliar bimestralmente seu(s) orientando(s) atribuindo nota de (0,0) zero a (10,0) dez, com média 7,0 (média) na forma de qualificá-lo para Banca Examinadora, observando o seguinte:

a) se o aluno orientando obtiver média inferior a 7,0 (sete) ao final do terceiro bimestre, o mesmo será considerado reprovado pelo professor orientador e não será qualificado para a Banca Examinadora;

b) bimestralmente o professor orientador deverá encaminhar para o Coordenador de Estágio as notas de seus orientandos para que este lance no Sistema Acadêmico;

2) Da Banca Examinadora

Caso o aluno orientando seja qualificado o mesmo irá a Banca Examinadora respeitando os seguintes critérios:

a) a Banca Examinadora levará em consideração a qualidade do trabalho monográfico escrito (redação, normas técnicas e correção ortográfica) assim como sua apresentação;

b) cabe ao professor orientador em processo de Banca Examinadora atribuir nota de 0,0 (zero) a 4,0 (quatro);

c) cabe ao primeiro membro da Banca atribuir nota de 0,0 (zero) a 3,0 (três);

d) cabe ao segundo membro da Banca atribuir nota de 0,0 (zero) a 3,0 (três);

e) a soma das notas será a média e se está for igual ou superior a 7,0 (sete) o aluno orientando será Aprovado. Se o aluno orientando obtiver nota inferior a 7,0 (sete) será considerado Reprovado.

VIII – DA BANCA EXAMINADORA

1. A Banca Examinadora será constituída no início do mês de outubro e por três membros, sendo composta por:

a) um o professor orientador;

b) por dois professores orientadores ou não;

c) cabe ao Coordenador de Estágio conjuntamente com o Coordenador do Curso de Ciências Econômicas elaborarem a composição da Banca Examinadora e também o professor suplente.

2. Os membros da Banca Examinadora deverão ler previamente o trabalho e discuti-lo com o aluno;

3. Caso ocorra a reprovação em Monografia, o aluno/orientando deverá apresentar nova monografia no ano seguinte, mudando o tema, se for o caso.

IX - DA APROVAÇÃO

Será considerado aprovado na disciplina Monografia, o aluno que tiver comprido a carga horária específica da disciplina e tiver obtido nota igual ou superior a 7,0 (sete) pela Banca Examinadora destacando que:

a) somente a nota da Banca Examinadora, na soma das médias, poderá Aprovar ou Reprovar o aluno orientando;

b) a na nota da qualificação dada pelo professor orientador em nada influencia na média fornecida pela Banca Examinadora.

X – DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

1. Casos de comprovação de fraude ou plágio serão consideradas faltas graves, sujeitas à reprovação sumária e a abertura de processo administrativo;

2. As Monografias serão enviadas a arquivo específico, na Biblioteca da UENP campus Cornélio Procópio, ficando à disposição para consulta;

3. Os trabalhos de Monografia deverão conter pelo menos quarenta páginas;

4. Este regulamento poderá ser alterado por sugestão e/ou necessidade imperiosa em razão de mudanças na legislação, visando o seu aprimoramento e deverá ser submetida à aprovação do colegiado competente da Universidade Estadual do Norte do Paraná – UENP.

5. Este regulamento poderá ser alterado por sugestão e/ou necessidade pelo Coordenador de Estágio e pelo Coordenador do Curso de Ciências Econômicas em razão de mudanças necessárias e essenciais, visando o seu aprimoramento e deverá ser submetido à aprovação dos Pares mediante Reunião via Convocação do DIRETOR do Centro de Ciências Sociais Aplicadas do campus de Cornélio Procópio, da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) para que seja efetivado.

5. Em anexo segue como sugestão um plano de avaliação bimestral (exceto o quarto bimestre) para os professores orientadores referentes à disciplina Monografia.

6. Em anexo segue o Edital de Convocação atendendo os itens 4. e 5. dessa Disposição.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO BIMESTRAL DE MONOGRAFIA

QUADRO 1 – MODELO DE CONTROLE DE NOTAS DOS ORIENTADOS

1 - Presença nas orientações: levando em conta encontros quinzenais

Peso = 30%

100% (8 ou mais presenças) nos encontros quinzenais no bimestre 

Nota = 10

Em torno de 6 a 7 presenças = 80%

Nota = 8

Em torno de 5 a 6 presenças = 60%

Nota = 6

Em torno de 4 a 5 presenças = 50%

Nota = 5

Em torno de 3 a 4 presenças = 40%

Nota = 4

Apenas a 2 presenças = 20%

Nota = 2

Apenas 1 presença = 10%

Nota = 1

Não comparecimento = 0%

Nota = 0

Outros

 

2 – Desenvolvimento da monografia: levando em conta encontros quinzenais

Peso = 30%

100% (8 ou mais presenças) nos encontros quinzenais no bimestre

Nota = 10

Em torno de 6 a 7 presenças = 80% e Boa argumentação

Nota = 8

Em torno de 4 a 5 presenças = 60% e Média argumentação

Nota = 6

Em torno de 2 a 3 presenças = 40% e Fraca argumentação

Nota = 4

Apenas 1 presença = 20% e Ruim argumentação

Nota = 2

Não comparecimento = 0%

Nota = 0

Outros

 

3 – Apresentação da monografia: Projeto de pesquisa / Capítulos / Revisão de normas técnicas / Revisão ortográfica / Revisão bibliográfica

40%

Entregue nas normas e no prazo com informações corretas

Nota = 10

Entregue fora das normas

Nota = 7

Entregue sem acatar as sugestões do Orientador

Nota = 5

Suspeito de plágio

Nota = 0

Não entregue até o final do bimestre

Nota = 0

Outros

 

TOTAL

100%

NOTA: O número de presenças nos itens 1 e 2 podem variar de bimestre para bimestre. Neste                    quesito, cabe a cada orientador verificar certa proximidade dos parâmetros e seguir os critérios adotados.

 

FÓRMULA PARA CÁLCULO:

Média Ponderada = (Presença Orientaçõesx3 + Desenvolvimentox3 + monografia/Projetox4)/10

Exemplo: Presença Orientações = 6,0 Desenvolvimento = 6,0 Monografia/Projeto=10,0

MP = (6 x 3 + 6 x 3 + 10 x 4) / 10 = (18 + 18 + 40) / 10 = 76/10 = 7,6 (média bimestral)