APRESENTAÇÃO

Legislação referente à criação, autorização e reconhecimento do curso

- Autorização:

Parecer CEE nº 547/98, de 11 de dezembro de 1998;

Decreto Estadual nº 740, de12 de maio de 1999.

- Primeiro Reconhecimento:

Parecer CEE nº 665/04, de 11 de dezembro de 2004;

Decreto Estadual nº. 4318 de 10 de fevereiro de 2005.

- Última Renovação do Reconhecimento:

Parecer CEE nº 97/10, de 10/02/2010;

Decreto Estadual nº. 7141, de 19 de maio de 2010.

- * Retificação:

Parecer CEE nº 137/11, de 08/11/2011;

Decreto Estadual nº. 3734, de 23/01/2012

 

HISTÓRICO DO CURSO

O Curso de Graduação em Medicina Veterinária obteve autorização de funcionamento em 1999, mediante Parecer CEE nº 547/98, de 11 de dezembro de 1998, e Decreto Estadual nº 740, de 12 de maio de 1999. Entre os anos de 2000 e 2009, o curso foi estruturado em regime de crédito semestral.

A partir do ano letivo de 2010, com o advento da recém-criada Universidade Estadual do Norte do Paraná, o curso de Medicina Veterinária precisou se adequar ao regime seriado anual, por ser esse o regime adotado pelo Regimento Geral da Universidade. Para tanto, empreendeu adequação curricular com tramitação interna à UENP, na qual, além da adequação do Projeto Pedagógico.

Na ocasião, foi implantado Projeto Pedagógico com as mesmas características, componentes curriculares e suas respectivas cargas horárias, bem como ementas iguais a presente proposta.

Assim, a partir do ano letivo de 2010, o curso de graduação em Medicina Veterinária vem avaliando a implantação do currículo, de modo a priorizar a qualidade de ensino e verificar eventuais lacunas a serem reavaliadas.

A estruturação curricular, proposta já em 2010, tem como referência um núcleo específico (profissionais essenciais), com conteúdos abrangentes que não devem se restringir à apresentação de um elenco de disciplinas. Esse currículo incorpora elementos da proposta pedagógica, de maneira a torná-lo um instrumento de avaliação do processo de ensino e aprendizagem, que viabilize a flexibilidade de sua estrutura e de articulação entre as atividades desenvolvidas pelo aluno.

Desse modo, a estrutura curricular do Curso de Medicina Veterinária busca: a articulação entre os conteúdos teóricos e práticos, tanto no âmbito da Universidade como no campo de atuação profissional; o processo de ensino e aprendizagem centrado no aluno; o desenvolvimento de atividades diversificadas, com ênfase na utilização de laboratórios e nas atividades de campo; a possibilidade de desenvolvimento de habilidades e competências formativas; bem como, a pesquisa e a extensão universitária.

Essa estrutura curricular procura também redimensionar o currículo enciclopédico congestionado de informações, adotando estratégias de ensino diversificadas que mobilizem menos a memória e mais o raciocínio e outras competências cognitivas superiores, que potencializem a interação entre aluno-professor e aluno-aluno para a construção de conhecimentos coletivos; que tratem os conteúdos de modo contextualizado, por meio do aproveitamento das relações dos conteúdos com intuito de se dar significado e utilidade ao aprendizado.

 

PERFIL DO PROFISSIONAL A SER FORMADO

O Médico Veterinário formado pela UENP deve ser um profissional com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, apto a compreender e traduzir as necessidades de indivíduos, grupos sociais e comunidades, com relação às atividades inerentes ao exercício profissional, no âmbito de seus campos específicos de atuação em saúde animal e clínica veterinária; saneamento ambiental e medicina veterinária preventiva, saúde pública e inspeção e tecnologia de produtos de origem animal; zootecnia, produção e reprodução animal, ecologia e proteção ao meio ambiente.

Deve possuir reconhecida capacidade de raciocínio lógico, de observação, de interpretação e de análise de dados e informações, bem como ser conhecedor dos aspectos essenciais da Medicina Veterinária, para identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade.

 

CAMPOS DE ATUAÇÃO

O Médico Veterinário formado deverá ter conhecimento teórico e habilidades para atuar nas seguintes áreas: de clínica e cirurgia dos animais; de inspeção, fiscalização e tecnologia de produtos de origem animal; de reprodução animal; de saneamento, medicina veterinária preventiva, saúde pública; de produção animal; regência de cadeiras ou disciplinas Médico-Veterinárias, bem como direção das respectivas seções e laboratórios; realizar perícias, elaborar e interpretar laudos técnicos em todos os campos de conhecimento da Medicina Veterinária; assessoria técnica aos diversos órgãos da administração pública federal, no país e no exterior, no que se refere a assuntos relativos à produção e à indústria animal; de ecologia e proteção ao meio ambiente; atividade de extensão, administração, marketing e comércio relacionado aos animais.

A formação acadêmica terá direcionamento nas ações para habilitar o profissional egresso a construir atitudes de sensibilidade e compromisso social, ao mesmo tempo em que lhes provê sólida formação científica e profissional geral que os capacite a absorver e desenvolver tecnologias. Neste contexto, tanto o aspecto do progresso social quanto da competência científica e tecnológica, permitem ao profissional uma atuação crítica e criativa gerando reconhecimento e tomada de decisões com relação às necessidades dos indivíduos, grupos sociais e comunidade.

 

PROPOSTA PEDAGÓGICA EM VIGOR

A proposta pedagógica atual será implantada em 2015, sendo suas principais características:

Curso: Graduação em Medicina Veterinária - Bacharelado

Carga Horária: 4.770 horas

Turno: Integral.

Regime: Seriado Anual

Vagas: 50

Período de integralização: Mínimo de 05 (cinco) e Máximo de 08 (oito) anos.

Modalidade: Presencial

 

CONTATOS:

Coordenador – Petrônio Pinheiro Porto

Vice-Coordenador – Flávio Haragushiku Otomura

Coordenadora de Estágio – Emilia de Paiva Porto

Representantes docentes:

Ana Paula Millet Evangelista dos Santos Trad
Marcelo Alves da Silva
Rogério Salvador

Representante discente: Não houve indicação

 

Fone: (43) 3542 -8040