sbot2012O Grupo de Pesquisa e Estudos em Fisioterapia Ortopédica, Traumatológica e Desportiva da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), do Centro de Ciências da Saúde (CCS), campus Jacarezinho, recebeu dois prêmios no Congresso Paranaense de Ortopedia e 10ª Jornada Paranaense de Fisioterapia Traumato Ortopédico. O evento, que foi realizado de 23 a 25 de agosto, em Curitiba, na Associação Médica do Paraná, foi organizado pela Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) e Sociedade Sulbrasileira de Fisioterapia Traumato-Ortopédica (SULBRAFITO).

Dentre os quatro trabalhos aprovados para o Congresso, as pesquisas "Comparação do Pico de Torque Concêntrica e Excêntrica do Quadriceps e Isquiotibiais Dominantes de Indivíduos Ativos"(ganhou como Banner, 1º lugar) e "Efeitos à curto prazo de um programa de estabilização Lombo-Pélvica para melhora da funcionalidade e nível de dor em indivíduos com lombalgia", (como Tema Livre, 2º lugar), apresentadas pelos egressos da UENP, ainda participantes do grupo de pesquisa e mestrandos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC – PR), Rafaella Stradiotto Bernardelli, Jarbas Melo Filho, foram as premiadas no evento.

Os outros dois temas publicados foram "Correlação entre o Pico de Torque Concêntrico do Músculo Quadríceps do Membro Inferior Dominante e o Peso Corpóreo em Indivíduos Ativos" e "Correlação entre Pico de Torque de Musculatura Adutora e Abdutora de Quadril em Membro Dominante e não Dominante e Nével de Estabilização Segmentar de Estudantes Universitários", todos os trabalhos orientados pela professora mestra Berlis Ribeiro dos Santos Menossi. O grupo ainda possui, como professores colaboradores, o vice-reitor da UENP, professor doutor Rinaldo Bernardelli Júnior e o professor mestre Fábio Vieira.

No Congresso, a professora Mestra Berlis apresentou palestra sobre Avaliação Isocinética, avaliou banners e participou de mesas redondas e da comissão científica do evento. Ainda participaram como autores, pelo grupo de pesquisa da UENP, os acadêmicos Sérgio Luiz Rodrigues de Souza, Jéssica Kirsch Micheletti, Bruna Terezinha Garcia Meyer, Marcus Vinicius de Oliveira Mello, Verônica Erbst Silva e além do professor doutor Fábio Antônio Néia Martini, diretor do CCS.

A pesquisa sobre Estabilização Lombo-Pélvica é realizada em conjunto com a PUC – Pr, através da professora doutora Auristela Duarte de Lima Moser e Fernanda Maria Cercal Eduardo.

Simpósio Internacional
O grupo de Pesquisa e Estudos teve, após participação no Congresso, um tema Livre aceito para o 35º Simpósio Internacional de Ciências do Esporte que será realizado em São Paulo, de 4 a 6 de outubro. A pesquisa: "Comparação da Relação Isquiotibiais/Quadríceps em Pacientes com Lesão do Ligamento Cruzado Anterior" será apresentada no evento. Mais informações sobre o grupo de pesquisa: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Criado há pouco mais de um mês, o Conselho Estadual de Cultura (Consec) promete avanços para políticas públicas relacionadas à Cultura, é o que afirmam conselheiros ligados ao Consec. O grupo, formado por 36 integrantes de todo o Paraná, tem, dentre outras atribuições, a função de participar da formulação de políticas públicas do Governo do Estado na área da cultura, incentivar a proteção do patrimônio cultural e pesquisas sobre a cultura paranaense, além de valorizar as manifestações culturais locais e regionais.

O conselheiro Leandro Henrique Magalhães, professor doutor do Centro Universitário Filadélfia (UniFil), de Londrina, salienta: "Acredito que a constituição do Conselho Estadual de Cultura seja um avanço significativo para a formulação das políticas públicas na área, no Estado do Paraná. É um espaço de debate e reflexão, aberto ao público, por meio do qual serão definidos os caminhos a serem trilhados e as ações a serem implementadas e/ou fortalecidas".

O Conselho Estadual de Cultura, que se constitui de membros titulares e respectivos suplentes, função não remunerada, deverá garantir a interiorização das políticas públicas para a área. "É uma oportunidade de interiorizar o debate, possibilitando que agentes culturais de todas as regiões do Estado participem das discussões e apresentem suas demandas. Inclusive há um compromisso de realizar reuniões do conselho em todas as regiões do Paraná.

Teremos condições de pleitear mais investimentos para a cultura de Londrina e região, buscando a divisão igualitária dos investimentos e evitando que fiquem concentrados num só local do Estado", complementa Leandro Magalhães. Ele destaca ainda que "Nós, conselheiros, temos a obrigação de socializar e estimular o debate, servindo como interlocutor entre a comunidade e a Secretaria de Estado de Cultura".

O conselheiro Maurício Stunitz Cruz, da secretaria de Estado, realça que o Paraná deu um importante passo com a implantação da Lei 17063/12 que criou o CONSEC. "Com o trabalho desse Conselho, buscamos a divisão igualitária de investimentos e, por conseguinte, poderemos evitar a concentração de investimentos numa só região". O chefe da Divisão de Programas e Projetos Culturais da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Danilo Oliveira, que juntamente com o professor Leandro representa a região do Norte do Estado, explica que, com essa iniciativa, o Paraná entra na lógica do Governo Federal como Sistema Nacional de Cultura, o que possibilitará pulverizar políticas públicas nessa área para o interior do Estado. "O Conselho Estadual de Cultura é um importante passo para o reconhecimento da cultura como política pública", salienta Danilo.

O grupo conta com representantes de áreas como teatro, ópera, circo, artes visuais, audiovisual, dança, literatura, livro e leitura, música, patrimônio cultural material e imaterial, manifestações populares, tradicionais e étnicas da cultura.

O Conselho de Pesquisa, Ensino e Extensão (CEPE), da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), aprovou, na quarta-feira, 29, o calendário acadêmico para o ano letivo de 2013 da Universidade, que estabelece para o dia 18 de fevereiro o início das aulas. Durante a reunião, definiu–se ainda a regulamentação de arquivamento dos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) produzidos na Instituição e a alteração no Projeto Pedagógico do Curso (PPC) de Ciências Biológicas do campus Luiz Meneghel (CLM), de Bandeirantes, dentre outras resoluções.

As mudanças no PPC de Ciências Biológicas do CLM foram apresentadas pelo colegiado do curso e estabelecerá, a partir de 2013, a obrigatoriedade de o acadêmico cursar o bacharelado e a licenciatura que terá o tempo mínimo de cinco anos e a carga horária total de 4755 horas, com funcionamento em período integral. O curso, antes da regulamentação atual, cumpria modelos de PPC que dava opção de o estudante cursar o bacharelado ou a licenciatura ou ambos.

Durante a reunião, ficou definida também a questão relativa à relotação de professores da Universidade que estão vinculados a determinados Centros, quando sua formação e produção científica apontam para outra área. A definição do CEPE aconteceu após os estudos realizados pela Pró – Reitoria de Planejamento e Avaliação Institucional (PROPAV) e contato com os professores envolvidos. "A lotação do docente é de ordem puramente administrativa, pois o professor deve atender, se necessário, a demanda de outros Centros do campus", esclarece a PROPAV.

Pela necessidade de uniformização dos procedimentos relativos ao arquivamento dos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC), das graduações e pós-graduações da UENP, dentre os Campi, foi aprovado pelo CEPE uma minuta de resolução que tem o intuito de formalizar a ação. Com a aprovação da resolução, a versão final do TCC deverá ser entregue às bibliotecas setoriais da Universidade, após devida aprovação dos trabalhos, com um CD organizado por turma e ano de conclusão, constando todos os trabalhos aprovados da respectiva turma, em arquivos independentes e não editáveis.

A sessão teve também a proposta e o regulamento do curso de pós-graduação Stricto Sensu em Medicina Veterinária, nível mestrado acadêmico, do Centro de Ciências Agrárias (CCA), do campus Luiz Meneghel, Bandeirantes, aprovados, além da comunicação dos Conselheiros e aprovação das atas das reuniões de 30 de maio e 14 de agosto.

cepe3108-2

A professora Clarice Furini Cascardo Hito, do Centro de Ciências Humanas e da Educação (CCHE), da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), campus Jacarezinho, participou do XVI Fórum Internacional de Educação, em Osório (RS). O evento, que aconteceu nos dias 1º, 2 e 3 de agosto, foi realizado por meio da parceria da Secretaria Municipal de Educação, 11ª Coordenadoria de Educação e Faculdade Cenecista de Osório/FACOS, e contou com a participação de cerca de 800 professores e estudantes de Osório e região.

Durante o Fórum, a professora ministrou o curso cujo tema foi "Os limites na Educação: Problemática na família e na escola", que buscou se integrar ao tema central do evento "Escola: Espaço de Responsabilidade Social", trazendo à tona o importante papel da escola frente às questões sociais.

Com profissionais especialistas em educação de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná, além de nomes como Cristian Carman e Alberto Iardelevsky, da Argentina, o Fórum discutiu temas como a educação corporal e musical, o teatro, a revitalização cultural, a educação em valores e sustentabilidade, a autoridade do educador, o educar na era digital, a interdisciplinaridade e o planejamento pedagógico, em cursos, palestras e oficinas oferecidos.

A comissão provisória para expansão da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) se reuniu na quarta-feira, 29, para traçar um plano estratégico de curto, médio e longo prazos de expansão e criação de cursos de graduação para os próximos anos na Instituição. A reunião, que teve como base da discussão o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) 2012 – 2017, da Universidade, em consonância com as políticas públicas do Estado do Paraná e do Governo Federal em relação ao ensino superior, aconteceu na sala de reuniões do campus Jacarezinho.

Durante os trabalhos, foram feitas propostas para a constituição de uma metodologia de ação para a contemplação de conclusões específicas do processo. A próxima ação da comissão será se reunir com os coordenadores de colegiado dos 22 cursos da UENP para que esse estudo seja ampliado e discutido em cada colegiado de curso.

A comissão é composta pelo pró-reitor de Planejamento e Avaliação Institucional (PROPAV), professor Fernando Sorgi, como coordenador; pelos três diretores de campus da UENP, Fátima Aparecida da Cruz Padoan, de Cornélio Procópio; Ilca Maria Setti, de Jacarezinho; e Éder Paulo Fagan, do campus Luiz Meneghel, de Bandeirantes, além dos dez diretores de centros de estudos da Universidade. A reunião também foi acompanhada por toda equipe da PROPAV.

UENP-CLM - ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES