"São dois focos importantes na implantação do Parque Tecnológico do Norte Pioneiro: o primeiro é reter na região as competências desenvolvidas pelas instituições de ensino, profissionais que hoje não ficam aqui. E por outro lado, atrair investimentos de base tecnológica para o Norte Pioneiro, possibilitando a mudança do perfil econômico e social da região que possui um IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) baixíssimo", resumiu o diretor presidente do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), Julio Felix, sobre a importância da implantação do Parque e da Incubadora prevista para ser instalada em Jacarezinho em 36 meses.

O evento que formalizou a proposta do projeto "Parque Tecnológico do Norte Pioneiro" aconteceu na terça-feira, 17, no Instituto Federal do Paraná (IF-PR), campus Jacarezinho. Na reunião, foi assinado um termo de compromisso pelas autoridades, definindo o papel de cada instituição no processo. Com objetivo de otimizar recursos do Tecpar de Jacarezinho, criando assim o Parque e a incubadora Tecnológica, além de estruturar a rede de laboratórios de apoio ao Parque, o projeto contempla ainda a rede de Educação à distância (EAD) em empreendedorismo, tecnologia e inovação. Já a incubadora é uma organização que tem como objetivo o apoio estratégico no desenvolvimento de empresas "recém-nascidas" de bases tecnológicas.

Em consonância com a fala de Felix, o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI), Alípio Leal, salientou que é importante que as instituições se unam para desenvolver oportunidades. "Este trabalho busca fortalecer as competências do Norte Pioneiro, o que deverá garantir melhor qualidade de vida, uma melhor renda para cada cidadão; e o Tecpar vem para realizar desenvolvimento e proporcionar oportunidades". O vice-reitor da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Rinaldo Bernardelli Junior, reafirmou, durante sua fala na reunião, o total apoio da UENP na execução das propostas, podendo vir a contribuir no projeto de engenharia e, futuramente, criando cursos nos campi da região em função das definições do Parque.

O Parque Tecnológico faz parte da estratégia da SETI para impulsionar o desenvolvimento dos municípios do Norte Pioneiro a partir da atração de empresas de base tecnológica inovadoras. A incubadora que o Tecpar vai montar no campus de Jacarezinho, em parceria com outras entidades, será o primeiro passo para a criação do Parque.

O empreendimento será instalado, inicialmente, no campus do Tecpar em Jacarezinho (localizado próximo à entrada da cidade, no Jardim São Luiz, com mais de 120 mil m² de área total e 2,5 mil m² de área construída) ou em qualquer outro município do Norte Pioneiro, conforme os benefícios que o Parque proporcionar. Dessa forma, empresas inovadoras, sejam elas da incubadora ou de fora, poderão se instalar no espaço.

Participaram da solenidade, além do secretário da SETI, do diretor do Tecpar e do vice-reitor da UENP, representantes do Instituto Federal do Paraná (IF-PR), do Serviço Nacional de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), representantes de prefeituras da região e colaboradores do Tecpar. O projeto tem como parceiros da SETI, UENP, IF-PR, Sebrae, FIEP, SESI, SENAI, Prefeituras, dentre outros.

 

Durante reunião, autoridades assinaram termo de compromisso para a realização do Parque Tecnológico

 

 

O professor Allaymer Ronaldo Bonesso, diretor do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), campus Jacarezinho, lançou, recentemente, a obra "Curso de Direito Financeiro Moderno". O livro, lançado pela Editora Juruá, de Curitiba, traz uma concepção contemporânea do Direito Financeiro aplicado aos profissionais que atuam na administração pública e aos estudantes de graduação e pós-graduação de Direito Público.

A obra delimita, de forma eficaz, todos os pontos importantes do estudo a respeito das finanças públicas do Estado, com foco principalmente nas finanças municipais, pois é a partir da comunidade que se abre o espaço para discussão e aplicação do Direito Financeiro. Conceitua ainda a atualidade das receitas públicas e despesas, orçamento e fiscalização orçamentária, dentro e fora da conjuntura da Lei de Responsabilidade Fiscal, além de trazer a lume os crimes financeiros cometidos pelos administradores públicos, agentes públicos e prefeitos municipais.

O livro debate e apresenta também amplo estudo sobre a fiscalização financeira e orçamentária do Estado, bem como a formação e estruturação dos Tribunais de Contas, com apresentação dos vários entendimentos jurisprudenciais e doutrinários a respeito do funcionamento da Casa de Contas.

Estudos sobre Lei 10.028/00, que alterou o Código Penal e ainda a LC 131/09, legislação que modificou a LRF, também são contemplados no livro. O autor salienta que: "Pretende-se, nesta obra, reforçar o estudo da matéria como importante ramo do Direito Público, que atualiza conceitos e cria a possibilidade de auxiliar a comunidade jurídica a ser capaz de identificar o moderno Direito organizador das finanças do Estado".

A obra pode ser adquirida pelo site da editora (www.jurua.com.br) e em livrarias virtuais de livros de Direito.

O autor

Possui Mestrado em Direito pela Faculdade Estadual de Direito do Norte Pioneiro de Jacarezinho - PR (1983). Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Administrativo, Financeiro e Empresarial. Atua principalmente nos seguintes temas: assédio moral, administração pública, humilhação, controle da administração, controle popular, parti, elisão fiscal, tributário, evasão, factoring, consumidor, banco e multas, multas fiscais, princípios constitucionais.

O livro "Ensaios Filosóficos: Antropologia, Neurociência, Linguagem e Educação" foi lançado na quinta-feira, 12 de junho, na Livrarias Curitiba do Parkshopping Barigui, em Curitiba, com os organizadores Fábio Antonio Gabriel e Gustavo Luiz Gava. A obra, composta por artigos de professores da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) e outros instituições, é destaque da agenda cultural das Livrarias Curitiba no mês julho. O próximo lançamento será em setembro em Ponta Grossa.

A obra é organizada em três eixos: Neurociência, antropologia e linguagem em diálogo; Ensaios filosóficos modernos e contemporâneos; Filosofia e Educação: ensaios, diálogos e Propostas Metodológicas para o Ensino. Para o prefaciador, professor-doutor Kleber Bez Birolo Candiotto, docente da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC/PR), o livro possui um conteúdo relevante na medida em que: "Ao consultar a obra, o leitor será instigado pelos constantes e profundos questionamentos oriundos das diversas temáticas abordadas pelos autores, organizada por Fábio Antonio Gabriel e Gustavo Luiz Gava, com exímia apresentação de José Carlos da Silva".

O coordenador do curso de Filosofia da UENP, professor–doutor José Carlos da Silva, enfatiza na apresentação da obra: "As reflexões do livro 'Ensaios filosóficos: antropologia, neurociência, linguagem e educação' e seus desdobramentos querem ajudar a formar o homem integral na atual conjuntura em que vivemos. Quanto mais integração houver, mais possibilidade terá o homem de ser cidadão emancipado e capaz de lutar por uma qualidade de vida mais humana, justa e digna do ser humano".

O diretor do Centro de Ciências Humanas e da Educação (CCHE), professor-doutor Antônio Carlos de Souza, um dos autores do livro, ressalta que a obra completa o projeto dos docentes do curso de Filosofia da UENP em parceria com diversos professores de outras instituições da trilogia lançada pela Multifoco: "Filosofia e educação: um diálogo necessário" (2011); "Filosofia e educação: um diálogo entre saberes na contemporaneidade" (2012) e "Ensaios Filosóficos" (2012).

Os autores dos artigos que compõe o livro são os professores da UENP: Antonio Carlos de Souza; Eva Cristina Francisco; Jorge Sobral da Silva Maia; Silvia Borba Zandoná Cadenassi; José Carlos da Silva e Fábio Antonio Gabriel . De outras instituições: Gustavo Luiz Gava (POSITIVO); Ana Paula Ribeiro (PUC-PR); Ari Alex Ramos (PUC-PR); Carlos Willians Jaques Morais (UEPG-UNICAMP); Cleber Dias de Araújo (SEED-PR); Elisandra Angrewski (SEED-PR); Isadora Lima Machado (UNICAMP); Lucas André Teixeira (UNESP); Marcelo Rocha (PUC-PR); Márcia Regina Galvan Campos (SEED PR); Maria Cristina Müller (UEL); Maria Eliane Rosa de Souza (IF-GO); Maurício Silva Alves (PUC-PR); Odirlei Silva de Souza (SEED-PR); Pamela Cristina de Gois (SEED-PR); Ronaldo Mainardes Lemes Pinheiro (SEED-PR).

Solenidade de lançamento do livro "Ensaios Filosóficos: Antropologia, Neurociência, Linguagem e Educação" em Curitiba

As inscrições para a Chamada Pública "Programa Pesquisa para o SUS: gestão compartilhada em saúde– PPSUS" terminam no dia 30 de julho de 2012, com o objetivo de financiar projetos que visem o desenvolvimento de pesquisas, que contribuam para resolução dos problemas prioritários de saúde da população brasileira e o fortalecimento da gestão do Sistema Único de Saúde (SUS).

Serão financiados projetos com duração de até 24 meses, provenientes de instituições de ensino superior, institutos de pesquisa, associações e Sociedade Técnico-Científicas, públicas ou privadas, sem fins lucrativos, com CNPJ do Paraná. O valor total do investimento será de R$3,4milhões, sendo 1,3 milhões da Fundação Araucária.

A Chamada abrange cinco linhas temáticas, sendo: a)Modelos de organização da atenção especializada e dos serviços de apoio diagnóstico e terapêutico, articulados como processo de regionalização; b)Modelos de instrumentos de governança clínica com ênfase nas linhas de cuidado prioritárias para as redes de atenção; c)Necessidades de a locação, capacitação e fixação dos médicos e demais profissionais de saúde estratégicos; d)Estudos de linha de base e formulação de indicador e se modelos de avaliação da estruturação, desempenho e resultados das redes de atenção à saúde; e) Avaliação de resultados e impacto das ações assistenciais consideradas estratégicas sobre a mortalidade infantil; f)Sistema de apuração e gestão de custos nos serviços e nas redes de atenção à saúde.

A iniciativa é uma parceria entre a Fundação Araucária; Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI); Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (SESA-PR); Ministério da Saúde (MS) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Outras informações:

www.saude.gov.br/sisct

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

http://www.fundacaoaraucaria.org.br/chamadas/chamadas-abertas.htm

A Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), por meio do Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI), realizou treinamento sobre o Sistema de Gestão Patrimonial da Instituição na sexta-feira, 13. O curso, conduzido por Anderson Tunes Fonseca, chefe de divisão de Tecnologia da Informação, iniciou o processo de unificação do sistema de patrimônio da Universidade. O treinamento, dirigido a funcionários da instituição, aconteceu no laboratório de Informática do Centro de Ciências da Saúde (CCS) campus Jacarezinho.

UENP-CLM - ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES