Com objetivo de proporcionar a promoção da saúde e prevenção de doenças à comunidade de Bandeirantes, professores e acadêmicos do Curso de Enfermagem do Centro de Ciências Biológicas do campus Luiz Meneghel, de Bandeirantes, realizarão no sábado, 23, a II Feira de Saúde e Cidadania na cidade. O evento, que conta com a parceria da Prefeitura do Município, será realizado na praça Valderi Mendes Vilela (Brasil – Japão), na Avenida Bandeirantes, das 8h às 16h.

A Feira tem o intuito também de Integrar Universidade e Comunidade, além proporcionar a qualificação dos futuros profissionais enfermeiros da UENP por meio da vivência da saúde da comunidade e saúde pública a partir da troca de conhecimentos, debates, reflexões mediante intervenções em saúde.
O evento, coordenado pela professora-mestre, Carina Bortolato, e pela professora-especialista, Kelly Prezotto, ambas da disciplina de Saúde da Criança e do Adolescente do Curso de Enfermagem da UENP, tem meta de receber 600 pessoas para os mais variados atendimentos em saúde.
Com o lema "Integração e promoção da saúde", o projeto atenderá crianças e adolescentes com avaliação do crescimento e desenvolvimento, calendário vacinal e métodos contraceptivos, além de alertar sobre doenças sexualmente Transmissíveis (DSTs). A Feira realizará atendimento à gestante, exame de mama, de colo, trabalhando assuntos como o planejamento familiar.
Os atendimentos serão destinados ainda a prevenção de doenças específicas do homem como câncer de próstata, hiperplasia prostática e DSTs. O idoso também terá atenção especial com intuito de prevenir acidentes e doenças. Hipertensão, diabetes, doenças crônicas, pressão arterial, glicemia e feridas serão verificados.
De modo geral, o projeto atenderá a saúde mental, atenção e apoio psicossocial, primeiros socorros, direito à saúde, avaliação oftalmológica, tabagismo, dengue e esquistossomose. A Feira contará com avaliação postural que será realizado pelos docentes e discentes do curso de Fisioterapia do Centro de Ciências da Sáude (CCS), campus Jacarezinho, da UENP.
Durante o dia, o evento contará com brinquedos infláveis, camas elásticas, jogos de raciocínio, jogos recreativos, estação do conhecimento, mini futsal, mini vôlei, tênis de mesa, escovódromo, estação de alongamento, ginástica e dança e avaliação física.
A II Feira da Saúde tem apoio das Secretarias Municipais de Saúde, Educação e Cultura de Bandeirantes, Serviço Social do Comércio (Sesc), SAAE, Órgãos de imprensa, Conseg, Aciab, Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiro, Tiro de Guerra 05/013, Curso de fisioterapia da UENP, Curso de direito da UNOPAR (Bandeirantes-PR), Projeto de Extensão Cócegas da Enfermagem (Enfermagem-UENP), Projeto de Extensão Cuidado a pacientes com feridas (Enfermagem-UENP), Colegiado do Curso de Enfermagem da UENP- Bandeirantes-PR, Folha Norte Paranaense Rádio Yara.

Latinoware é um evento que abre espaço para discussões e reflexões sobre a utilização do Software Livre na América Latina, além de promover a integração e a valorização latino-americana.

banner-latinoware-2012

Descrição
"Foz do Iguaçu, pela nona vez consecutiva, tem o prazer de receber a Latinoware, um uma conferência única, dedicada ao debate de boas ideias e ferramentas que visam facilitar as nossas atividades cotidianas. Entre os dias 17 e 19 de outubro, o público terá a oportunidade de ampliar o seu conhecimento no que diz respeito às ferramentas de desenvolvimento e a disseminação do software livre.

Visando a troca de experiências e impressões sobre projetos inovadores nesta área, a Latinoware 2012 vem para multiplicar as boas ideias e políticas integradoras sobre o uso e a criação de programas de código aberto. O conteúdo da Conferência é ideal para que estudantes, professores, pesquisadores e especialistas conheçam as novidades do setor.

Em nome da Itaipu Binacional, do Parque Tecnológico Itaipu, da Companhia de Informática do Paraná (Celepar) e do Serviço Federal de Processamento de Dados (SERPRO), desejo que todos os participantes desfrutem e aproveitem ao máximo a Latinoware, que já é um dos mais importantes eventos do setor na América Latina".

Informações e Inscrições
www.latinoware.org

Caravana de Bandeirantes – Paraná
Universidade Estadual do Norte do Paraná – Campus Luiz Meneghel de Bandeirantes

Coordenador: Prof. Me. Carlos Eduardo Ribeiro (Biluka)
Telefones para Contato: (43) 3542.8014 | Fax: (43) 3542.8008
Skype: profbiluka

A obra "Ensaios Filosóficos" será lançada na Livrarias Curitiba do ParkShopping Barigui em 12 Julho

Os professores Fábio Antonio Gabriel e Gustavo Luiz Gava, mestrandos em filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC) e docentes das Universidades Estadual do Norte do Paraná (UENP) e Positivo, respectivamente, lançarão o livro "Ensaios Filosóficos: Antropologia, Neurociência, Linguagem e Educação" em Curitiba. O evento acontecerá em 12 de julho, às 19h30, na Livrarias Curitiba do Parkshopping Barigui.

O livro é organizado em três eixos: Neurociência, antropologia e linguagem em diálogo; Ensaios filosóficos modernos e contemporâneos; Filosofia e Educação: ensaios, diálogos e Propostas Metodológicas para o Ensino. Para o prefaciador, professor-doutor Kleber Bez Birolo Candiotto (docente da PUC-PR), o livro possui um conteúdo relevante na medida em que: "Ao consultar a obra, o leitor será instigado pelos constantes e profundos questionamentos oriundos das diversas temáticas abordadas pelos autores, organizada por Fábio Antonio Gabriel e Gustavo Luiz Gava, com exímia apresentação de José Carlos da Silva."

O coordenador do curso de Filosofia da UENP, professor–doutor José Carlos da Silva, enfatiza, na apresentação da obra: "As reflexões do livro 'Ensaios filosóficos: antropologia, neurociência, linguagem e educação' e seus desdobramentos querem ajudar a formar o homem integral na atual conjuntura em que vivemos. Quanto mais integração houver, mais possibilidade terá o homem de ser cidadão emancipado e capaz de lutar por uma qualidade de vida mais humana, justa e digna do ser humano".

O diretor do Centro de Ciências Humanas e da Educação (CCHE), professor-doutor Antônio Carlos de Souza, um dos autores do livro, ressalta que a obra completa o projeto dos docentes do curso de Filosofia da UENP em parceria com diversos professores de outras instituições da trilogia lançada pela Multifoco: "Filosofia e educação: um diálogo necessário" (2011); "Filosofia e educação: um diálogo entre saberes na contemporaneidade" (2012) e "Ensaios Filosóficos" (2012).

Os autores dos artigos que compõe o livro são: Ana Paula Ribeiro (PUC-PR); Antonio Carlos de Souza (UENP); Ari Alex Ramos (PUC/PR); Carlos Willians Jaques Morais (UEPG-UNICAMP); Cleber Dias de Araújo (SEED-PR); Elisandra Angrewski (SEED-PR); Eva Cristina Francisco (UENP); Isadora Lima Machado (UNICAMP); Jorge Sobral da Silva Maia (UENP); Lucas André Teixeira (UNESP); Marcelo Rocha (PUC-PR); Márcia Regina Galvan Campos (SEED PR); Maria Cristina Müller (UEL); Maria Eliane Rosa de Souza (IF-GO); Maurício Silva Alves (PUC-PR); Odirlei Silva de Souza (SEED-PR); Pamela Cristina de Gois (SEED-PR); Ronaldo Mainardes Lemes Pinheiro (SEED-PR); Silvia Borba Zandoná Cadenassi (UENP).

 A direção do Centro de Ciências Humanas e da Educação juntamente com professores do Campus Jacarezinho promoveram no dia 05/06, às 20 h no Auditório Nobre do CCHE/UENP-CJ o II COLÓQUIO DE FILOSOFIA com o título "Ensaios filosóficos: antropologia, neurociência, linguagem e educação". O coordenador do curso, Prof. Dr. José Carlos da Silva, ressaltou no início do referido evento o histórico dos colóquios anteriores que tiveram origem num colóquio na UNICAMP em 29 de abril de 2011.

Na ocasião foi lançado livro de nome homônimo com autoria dos professores do curso em parceria com nove outras instituições. No prefácio de "ENSAIOS FILOSÓFICOS: ANTROPOLOGIA, NEUROCIÊNCIA, LINGUAGEM E EDUCAÇÃO", Prof. Dr. Kleber Bez Birolo Candiotto ( professor do doutorado em filosofia da PUC PR)assim pronuncia-se: "A obra Ensaios filosóficos: antropologia, neurociência, linguagem e educação é o vívido exemplo do ato de fazer filosofia. Os excelsos textos nela contidos traduzem o caráter interdisciplinar da filosofia, bem como professam sua natureza contemplativa e inquietante." Para o coordenador do curso de filosofia, Prof. Dr. José Carlos da Silva, na apresentação do livro enfatiza: "As reflexões do livro Ensaios filosóficos: antropologia, neurociência, linguagem e educação e seus desdobramentos querem ajudar a formar o homem integral na atual conjuntura em que vivemos. Quanto mais integração houver, mais possibilidade terá o homem de ser cidadão emancipado e capaz de lutar por uma qualidade de vida mais humana, justa e digna do ser humano."

O diretor do Centro de Ciências Humanas e da Educação, Prof. Dr. Antônio Carlos de Souza, um dos autores do livro, ressaltou na finalização do colóquio a importância do evento e motivou para seja dada continuidade sobretudo num diálogo entre as diversas área das ciências humanas.

Estiveram compondo a mesa do colóquio: Prof. Dr. José Carlos da Silva (UENP), Prof. Ari Alex Ramos (PUC PR), Prof. Gustavo Luiz Gava (Universidade Positivo), Prof. Dr. Antonio Carlos de Souza (UENP), Profa.Ms.Silvia Cadenassi(UENP), Fábio Antonio Gabriel(UENP),Prof. Odirlei Silva de Souza (SEED PR), Prof.Dr.Jorge Sobral da Silva Maia (UENP) e Profa. Ms.Eva Cristina Francisco.

Durante o evento foi divulgado o próximo lançamento do livro Ensaios Filosóficos: antropologia, neurociência, linguagem e educação que ocorrerá dia 12 de julho de 2012 nas Livrarias Curitiba SHOPPING BARIGUI, às 19h30min.

Corte Interamericana de Direitos Humanos, nos EUA

Os acadêmicos de Direito da UENP (CCSA/JACAREZINHO), Lorena Ferreira Fernandes (2º ano) e Rafael Kirsch (4º ano) participaram da 17ª Inter American Human Rights Moot Court Competition, da Corte Interamericana de Direitos Humanos, organizada pela American Universiy, em Washington (EUA), entre os dias 21 a 25 de maio.

Lorena e Rafael contaram com o apoio e incentivo do Grupo de Pesquisa de Direito Internacional, liderado por alunos da graduação do Centro de Ciências Sociais Aplicadas de Jacarezinho. O grupo de pesquisa, composto de estudantes dos anos regulares da graduação de direito, encontra-se em pleno desenvolvimento das atividades de pesquisa acadêmica.

Segundo os participantes, "foi preciso muito esforço e dedicação para alcançar esse objetivo, mas tudo valeu à pena e fomos recompensados com essa experiência maravilhosa e com o ótimo resultado obtidos".

No dia 20 de maio teve a abertura da competição, ocasião em que os alunos de Jacarezinho se encontraram com os outros competidores e nesse dia tomaram conhecimento contra quem competiriam nas rodadas preliminares.

A equipe formada pelos acadêmicos Lorena e Rafael era uma das representantes do Estado, ou seja, defendiam o Estado do caso hipotético (Estado de La Atlantia) e competiam contra as equipes representantes das vítimas também de caso hipotético (comunidade indígena Chupanky e comunidade camponesa La Loma).

Em primeiro lugar, segundos relatos dos acadêmicos tiveram que desenvolver um memorial de 30 paginas defendendo o Estado das supostas violações a determinados artigos da Convenção Interamericana de Direitos Humanos e utilizando inúmeros tratados internacionais e jurisprudências internacionais.

Lorena explica que "em Washington, ocorreram as rodadas orais, nas quais as equipes representantes do Estado e os representantes das vítimas se enfrentavam.

"Nas rodadas orais cada membro da equipe falava por cerca de 20 minutos (totalizando 40 minutos cada equipe) e, no nosso caso de representantes do Estado, tínhamos a tréplica", explicam os participantes. "também havia seis juízes que nos questionavam a todo o momento, faziam perguntas, pediam esclarecimento, exemplos de casos da Corte relacionados ao caso", concluem.

Rafael relata também que "no dia 21 de maio eles competiram contra uma equipe da Romênia; no dia 22 de maio contra a PUC-RJ e no dia 23 de maio foi a vez de enfrentar a Federal do Alagoas".

Apenas competiram nas rodadas premilinares, explica Rafael, "pois não avançamos para a rodada semifinal... Porém, nosso trabalho escrito (memorial) foi o 3º melhor entre as 104 equipes participantes de todo o mundo". A rodada final aconteceu na sexta feira, dia 25 de maio e a equipe vencedora foi uma do México, que representavam o Estado.

Os acadêmicos de Jacarezinho ficaram hospedados no dormitório da American University e teve a oportunidade de conhecer o campus, a faculdade de Direito (Washington College of Law) e também tiveram amplo contato com o presidente da Corte Interamericana de Direitos Humanos, com o presidente da Comissão Interamericana de Direitos Humanos.

O intercâmbio foi muito importante, pois criaram amizades e tiveram contatos com professores e alunos de varias faculdade do Brasil e do Mundo.

Por fim, visitaram a OEA e a Comissão Interamericana de Direitos Humanos e trouxeram para a Faculdade de Direito da UENP, um honroso 3º lugar.

UENP-CLM - ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES