O Centro de Letras, Comunicação e Artes (CLCA), do Campus de Cornélio Procópio (CCP) da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), por meio do Grupo de Pesquisa Crítica e Recepção Literária (CRELIT), promoveu a quinta edição do Colóquio de Pesquisa em Literatura – V COPELI. Participaram do evento, realizado nos dias 4 e 5 de junho, estudantes de graduação em Letras, mestrandos e doutorandos, além de professores pesquisadores da UENP e de outras IES e membros da comunidade externa. O Colóquio, que teve um total de 150 inscritos, sendo 70 com apresentação de trabalhos, contou com palestras, grupos de trabalho, minicursos e conferências.
A Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) mantém o Portal do Egresso como uma ponte para promover um relacionamento permanente entre a instituição e os profissionais graduados pela Universidade. O site oferece informações úteis aos egressos e um formulário que serve de canal para avaliações institucionais e como fonte de demandas para o desenvolvimento acadêmico.
A Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) divulga o 34° salão de artes visuais de Jacarezinho. O evento é uma realização da Prefeitura Municipal de Jacarezinho, em parceria com o Serviço Social do Comércio (SESC) e a UENP. As inscrições podem ser realizadas até 29 de junho, nas categorias convencional (desenho, pintura, escultura, gravura, fotografia) e não convencional (objeto, instalação, performance, videoarte).
A segunda atividade do II Ciclo de Debates em História do Direito discutiu a Constituição de 1988, que completa 30 anos, e a Declaração Universal dos Direitos Humanos, que faz 70 anos em 2018. O evento foi realizado pela UENP, por meio do grupo de pesquisa "História, Direitos Humanos e Doutrina Social Católica", na tarde de quinta-feira, 7 de junho, no Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA).
A estudante Yuliana Herrera Miranda de Souto, de 27 anos, natural da Colômbia, concluiu, no dia 25 de maio, o mestrado em Ciência Jurídica da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP). Primeira mulher estrangeira a cursar a pós-graduação da Instituição, Yuliana, orientada pelo professor-doutor Renato Bernardi, defendeu a dissertação “Fundamentos do Direito a Morrer Dignamente: Análise dos Fundamentos e Pressupostos para Configurar a Eutanásia como um Direito Fundamental no Brasil”.