O vice-reitor da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Rinaldo Bernardelli Junior, empossou dois novos professores da instituição na terça-feira (14/10). A solenidade, realizada na sala dos conselhos da reitoria, foi acompanhada pelos pró-reitores de Planejamento e Avaliação Institucional, Fernando Sorgi; de Pesquisa e Pós-Graduação, Hiudéa Tempesta Rodrigues Boberg; de Recursos Humanos, Ruth Barroto Campos; Administração e Finanças, Márcia de Souza Bronzeri, além de funcionários da universidade.

Os professores empossados foram: Enrique Vetterli Nuesch, de Língua Espanhola para o Campus de Jacarezinho, e Fábio Rodrigues Ferreira Seiva, da disciplina de Bioquímica para o Campus Luiz Meneghel, de Bandeirantes. A professora Thais de Sá Gomes, que assumiu a disciplina de Docência/Metodologia de Ensino na Educação Infantil e nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, tomou posse em solenidade realizada no Campus de Cornélio Procópio no mesmo dia.

Os elementos constitutivos das subjetividades contemporâneas (gênero, sexualidade e mídia) têm pautado inquietantes questões na arena pública e agora ganha espaço no livro "Olhares Plurais para o Cotidiano – Gênero, Sexualidade e Mídia". A obra, que será lançada pela editora Cultura Acadêmica no dia 22 de novembro, às 19h, na Livraria Ponto do Livro em São Paulo - Capital, conta com publicação de Luiz Fabiano Zanatta, professor do curso de Enfermagem da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Campus Luiz Meneghel (CLM), e Tatiana Savoia Landini, socióloga, professora e pesquisadora da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), que escrevem um dos capítulos do livro: "Pesquisa, ética e notícia – algumas questões sobre o noticiamento da violência sexual contra crianças e adolescentes".

livro-olharesplurais

O livro surge ainda com a perspectiva de aprofundar os termos do debate sobre a temática, refinar conceitos e propor novas perspectivas metodológicas capazes de operar com as variadas tecnologias de comunicação atualmente disponíveis e com os usos que as pessoas fazem desses recursos, além de apontar uma série de reflexões para este campo móvel e dinâmico, partindo de pesquisas que mobilizam diferentes metodologias investigativas de modo criativo e profícuo.

Já no capítulo realizado pelos professores, o foco principal é o papel da imprensa escrita e da mídia de uma forma geral, ao noticiar a violência sexual contra crianças e adolescentes. O escrito tece uma contextualização a partir de um relato de caso que traz a narrativa de um ato de violência sexual cometido a uma menina de seis anos. A partir da história apresentada, reflexiona-se sobre a veracidade das notícias publicadas pelos jornais, sejam eles jornais locais ou jornais de grande circulação nacional sobre o noticiamento da violência sexual contra crianças e adolescentes.

Os autores consideram que é por meio da mídia que grande parte das pessoas toma contato com essa problemática e que se não existisse o seu trabalho, muitos não saberiam sequer da existência desse sério problema social, e a vitimização de crianças continuaria muito mais silenciosa. Contudo, apontam que, é preciso levar em consideração também, a depender do recorte e da abordagem adotada, que há consequências problemáticas se pensarmos tanto do ponto de vista da informação transmitida quanto de possíveis soluções. Ressaltam a necessidade da mídia atuar no sentido de informar os leitores sobre a problemática da violência sexual de forma mais responsável e menos enviesada, pois o sensacionalismo e o pânico moral em nada ajudam na busca de soluções concretas e criativas. O sentido deve ser sempre o de desmentir preconceitos do senso comum. E que, também seria interessante que os meios de comunicação agissem no sentido de contribuir com uma discussão mais aprofundada e, quiçá, com a busca de soluções realistas e inteligentes.

Para Larissa Pelúcio (UNESP/Bauru), uma das organizadoras do livro, os textos presentes no livro, foram escritos por pesquisadoras (es) de diferentes áreas de conhecimento que utilizam o aporte teórico das ciências sociais, da teoria feminista e dos estudos culturais, entre outros, para pensar o lugar das relações de gênero e sexualidades na produção midiática contemporânea. Larissa esclarece que os artigos foram apresentados em primeira versão durante I Seminário Internacional Gênero, Sexualidade e Mídia: olhares plurais para o cotidiano, realizado em outubro de 2011, no campus de Bauru (SP) da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (Unesp), evento idealizado pelos (a) organizadores (a) desta coletânea, e que agora são disponibilizados através desta obra.

livro-larissa-pelucio

Faça a sua doação! A UENP, em parceria com o Corpo de Bombeiros de Cornélio Procópio, participa de Campanha para arrecadação de alimentos não perecíveis para o Hospital do Câncer de Londrina. As arrecadações seguem até a próxima quarta-feira, 14 de novembro, nos Campi e Centros de estudos da Universidade. Seja solidário, participe deste ato de amor e vida.

A campanha que se iniciou na terça-feira (06/11), tem, além do objetivo de arrecadar alimentos, o intuito de fazer o público entender a importância desse atendimento e que a participação da comunidade é também fundamental para este trabalho.

Participam ainda da campanha em Cornélio Procópio, além da UENP, o Rotary Club, Prefeitura, através das Secretarias da Educação e da Saúde, Associação Comercial e Empresarial, Igreja Católica, Igreja Evangélica, Polícia Militar do Paraná, Faculdade Fakcen, Faculdade Dom Bosco, Faculdade Faccrei e Núcleo Regional de Educação.

O Hospital de Câncer de Londrina precisa de você! Os doentes de câncer precisam de sua ajuda! Alunos, professores e funcionários da UENP e comunidade em geral, somos a esperança para aqueles que estão lutando pela vida, numa batalha sem tréguas contra o câncer!

FAÇA SUA DOAÇÃO DE ALIMENTOS ATÉ O DIA 14 DESTE MÊS
Local: Campus Universitário e Unidade Centro.

É com extremo pesar que a UENP informa o falecimento do professor Alcibiades Luiz Orlando, 50 anos, reitor da UNIOESTE no período de 2004 a 2011, ocorrido na tarde de ontem (08/11), em decorrência de um acidente de carro em Ibiaçá, região norte do Rio Grande do Sul. O acidente também vitimou o irmão de Alciabiades, Belerindo Valeriano Orlando, 54 anos. O ex-reitor deixa esposa e dois filhos.

O Colegiado de Pedagogia do Campus de Cornélio Procópio realizou sua II Mostra de Estágio em 05 de novembro de 2012. Segundo o coordenador de Estágio, professor Luiz Antonio de Oliveira, a ideia é fazer dos estágios uma oportunidade de pesquisa, inclusive subsidiando as escolhas dos recortes de TCCs. Para o professor trata-se de superar a perspectiva burocrática e pragmática das prática de estágio e fazer das mesma uma oportunidade de pensar o fazer pedagógico.

UENP-CCP - ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES