A Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), através da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PROEC), leva até o Campus de Cornélio Procópio o espetáculo “Nossos relatos rodriguianos”, da Cia Panela de Expressão. O grupo do Curso Municipal de  Teatro de Ourinhos se apresenta na Universidade na noite de quarta-feira, 4 de setembro.

As Assistentes de Ensino de Inglês (ETAs) americanas da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) realizaram a 3ª edição do Dia de Imersão. Desta vez, o evento foi sediado em Jacarezinho, nas dependências do Centro de Ciências Humanas e da Educação/Centro de Letras, Comunicação e Artes (CCHE/CLCA). A imersão cultural aconteceu na tarde de sábado, 17 de agosto.

O 3º Immersion Day teve como tema The American Musical (O Musical Americano), baseado no musical famoso da Broadway que abordou a trajetória de Alexander Hamilton, um dos pais fundadores dos Estados Unidos.

A peça, dirigida por Lin-Manuel Miranda, fala sobre a história de Hamilton que, apesar de sua importância para o processo de independência dos EUA, é pouco lembrado até mesmo no estudo da História americana. O musical tem no elenco artistas negros e latinos, com músicas de RAP e outros estilos pouco utilizados para contar a história da independência estadunidense.

A dinâmica consistiu de diversos momentos distintos. Começou com uma parte mais teórica, na qual os participantes aprenderam detalhes sobre Alexander Hamilton, sua importância na independência americana e como os EUA obtiveram autonomia em relação à Inglaterra. Depois, colocaram seus conhecimentos à prova em uma competição ao estilo “Quem quer ser um milionário?”, famoso quiz da TV.

Depois, foi a hora de colocar “as mãos na massa”, aprender as letras das músicas, ensaiar os passos das danças e finalizar a tarde de imersão com performances inspiradas no American Musical, das quais fizeram parte tanto os cerca de 20 participantes, como as seis ETAs dos EUA.

Conversando, cantando e dançando, a única regra era: só se podia falar inglês, independentemente do nível de proficiência dos estudantes. Assim, mesmo quem ainda é iniciante no idioma iria treinar situações de uso real da língua.

“Em nossos dias de imersão, nós buscamos sempre utilizar uma metodologia de aprendizado que coloquem os nossos participantes como personagens ativos em um processo de transmissão de conteúdo de maneira interativa. Assim, nos valemos da arte, da comunicação e das mídias para ter uma prática não apenas linguística, mas que também seja cultural e social”, afirma a coordenadora de relações internacionais da UENP, professora Eliane Segati Rios Registro.

A estudante de Letras Português/Espanhol da UENP, Ana Clara Ferreira, participou pela primeira vez do Immersion Day. Para ela, a experiência foi muito positiva. “Foi muito proveitoso ter este contato direto com pessoas nativas da língua, a cultura e a história dos Estados Unidos. Nós aproveitamos muito o formato das atividades, que nos integrou enquanto equipe e nos permitiu treinar o uso do idioma em situações reais”, afirma.

“Como futura professora de idiomas, eu pude perceber que a vivência com a língua nos capacita a ensinar melhor e transmitir estes conhecimentos, e não apenas o estudo teórico da língua estrangeira”, acrescenta a estudante de licenciatura.

As ETAs Clara Elena Goebel, Micayla Mead, Abby Arndt, Lexi Barta, Cecilia Pepper e Shelby Abbott preparam a tarde de atividades em parceria com a Coordenadoria de Relações Internacionais da UENP. O próximo dia de imersão está previsto para acontecer no dia 14 de setembro, em Bandeirantes.

 

 

 

 

A Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) realizou a segunda edição do Encontro do Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos. O evento aconteceu nos dias 19 e 20 de agosto no PDE do Campus Jacarezinho com palestras à comunidade e capacitações aos membros do Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos (CEP) da UENP.

Candidatos ao Vestibular 2020 da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) que sejam provenientes de famílias de baixa renda e que estejam com registro em dia no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) podem solicitar a isenção da taxa de inscrição do processo seletivo. Desta forma, o candidato pode concorrer ao Vestibular da UENP, normalmente, sem arcar com a taxa de inscrição, no valor de R$ 140.

A Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), por meio da Coordenadoria de Relações Internacionais (CRI), abriu vagas para cursos gratuitos do programa Paraná Fala Francês para o segundo semestre de 2019. As aulas serão ofertadas nos três campi da UENP e são direcionadas exclusivamente a estudantes, servidores e professores da Universidade. 

As aulas acontecem no Campus Jacarezinho das 14h às 18h das quintas-feiras. No Campus Luiz Meneghel de Bandeirantes, aulas das 18h às 22h às terças-feiras. No Campus Cornélio Procópio as aulas ocorrem das 15h às 19h durante as segundas-feiras. Para se inscrever, abra o site www.uenp.edu.br/pff e tenha acesso a mais informações.  

UENP-CJ - ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

  • O Professor Doutor Alfredo Moreira da Silva Júnior, Diretor do Centro de Ciências Humanas e da Educação, no uso de suas atribuições Legais e, CONSIDERANDO, a Instrução de Serviço n° 002/2019 GD/CJ ; CONSIDERANDO, a Ordem de Serviço n° 003/2019 GR e ainda, com fulcro nos Incisos XV e XVI do Art. 48 do Regimento Geral da UENP resolve estabelecer os prazos para inscrição de chapa e eleição de Coordenadores de Curso para o biênio 2020/2022.
  • A Direção do Campus de Jacarezinho da Universidade Estadual do Norte do Paraná, no uso de suas atribuições legais e regimentais, resolve convocar o candidato abaixo relacionado, aprovado no Processo Seletivo para Estagiário, para comparecer até 22/11/2019 para aceite da vaga e entrega dos documentos.
  • RESOLVE convocar os candidatos  relacionados para serem submetidos à arguição do projeto apresentado ao Doutorado em Ciência Jurídica desta Instituição, nos termos do item 10, do Edital 30/2019-PPGDUENP.

  • PLANO DE TRABALHO DOCENTE I: Conto de fadas tradicional Chapeuzinho Vermelho

  • O GÊNERO DISCURSIVO CONTO DE FADAS COMO INSTRUMENTO ORIENTADOR DO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA