O vice-reitor da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Rinaldo Bernardelli Junior, participou, na quarta-feira, 8 de agosto, da posse do novo presidente da Associação Brasileira de Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (Abruem). A cerimônia de posse do reitor João Carlos Gomes, da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), ocorreu em Brasília com presença de congressistas, dirigentes de órgãos da área da educação e fomento à pesquisa e à inovação, além de reitores de outras instituições.

O Comitê de Iniciação Científica (CIC) da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), sob coordenação da professora-doutora Ana Maria Conte e Castro, realizou a II Jornada de Iniciação Científica da UENP (II JOIC) e o I Workshop do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC-EM e PIBIC-JR), programa voltado a estudantes do ensino médio. O evento, realizado no Auditório Thomaz Nicoletti do campus Luiz Meneghel, de Bandeirantes, na sexta-feira, 10 de agosto, contou com trabalhos das sete áreas de conhecimento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), num total de 167 trabalhos apresentados, somando 336 inscritos, o que ultrapassou a expectativa da comissão organizadora.

Os diretores dos centros de estudos da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), campus Cornélio Procópio, Sérgio Roberto Ferreira (CCSA), Ricardo Campos (CCHE) e Vanderléia Oliveira (CLCA), participaram, no dia 8 de agosto, de uma reunião que envolveu representantes das sete universidades estaduais paranaenses – UEL, UEM, UEPG, Unicentro, Unioeste, UENP e Unespar. A reunião, que foi realizada na UEL, discutiu as dificuldades comuns às instituições em busca de soluções diante da falta de recursos financeiros, devido à redução da verba de custeio, e dificuldade de reposição de pessoal das instituições. Segundo eles, existe uma demora do Governo do Estado em autorizar contratações de docentes e funcionários e em liberar recursos com previsão orçamentária aprovada para este ano.

Os participantes da reunião, cerca de 30 pessoas, na maioria diretores de Centros de Estudos ou de faculdades, com assento no Conselho de Administração das instituições, representam todas as IES do Paraná, já que hoje não existem mais faculdades isoladas – a ainda recente criação da Unespar agrupou as últimas numa Universidade.

A professora Silvia Galvão de Souza Cervantes, diretora do Centro de Tecnologia e Urbanismo da UEL, explicou que a iniciativa da convocação da reunião surgiu num encontro realizado na semana passada entre representantes da UEL e da UEM, no qual se discutiram problemas comuns às duas instituições. "Percebemos que os obstáculos que o Governo do Estado vem criando para que as universidades cumpram suas obrigações para com os alunos e a comunidade atingem todas as instituições. Por isso decidimos chamá-las para conversar hoje e tentar estabelecer estratégias comuns em busca da solução".

O fato é que grande número de professores e técnico-administrativos vem se aposentando, ou deixando o serviço por outro motivo qualquer – e desde o ano passado não é aprovada nenhuma contratação. "Veja bem: não se trata de pedir pessoal novo, não é para aumentar, e sim para manter o quadro para prestar o mesmo serviço que sempre prestamos, para dar as aulas a que os alunos que já estão aqui têm direito", diz a professora Silvia.

De acordo com Eder Rossatto, representante dos técnico-administrativos no Conselho de Administração da UEM, até o ano passado, a contratação para substituir os aposentados era realizada pelas próprias instituições, sem a intervenção do Governo do Estado. "Mas um ato do governador passou a exigir que as contratações só sejam feitas após a anuência do Governo. No entanto, nenhum processo enviado pelas universidades recebeu anuência dele".

Para Rossatto, o sentido da atitude do Governo é o de "precarizar" o ensino superior. Segundo ele, existem departamentos inteiros na UEM – em especial na área das Engenharias – que só têm professores temporários e nenhum efetivo. O mesmo acontece com docentes e técnico-administrativos do Campus de Ivaiporã.

Quanto à liberação do orçamento, a situação é semelhante: não têm sido pagas às instituições as parcelas de custeio de suas atividades que constam do orçamento estadual em vigor, e elas vêm vivendo do que arrecadam na rubrica de recursos próprios.

Agência UEL

Prezado Professor,
O documento em que consta o "Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação – Licenciatura e Bacharelado – Presencial e EaD", elaborado pela Comissão Especial de Avaliação – CEA/SETI, está disponível (PDF) para críticas e sugestões.

Cronograma da XI Semana de Matemática
De 27 a 31 de Agosto de 2012
LOCAL: UENP/CCHE – CAMPUS DE JACAREZINHO

UENP-CJ - ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

  • TORNA PÚBLICO o Resultado Final do Processo Seletivo de estudantes com Matrícula Especial ao Mestrado Acadêmico em Ciências do Movimento Humano, para o segundo semestre letivo de 2024.

  • O Centro de Ciências da Saúde – CCS, divulga a abertura do PROCESSO SELETIVO PARA MONITORES em diversas disciplinas do Curso de Fisioterapia, que fazem parte deste Programa de Ensino 4928 que tem como título: FISIOTERAPIA INTEGRANDO PARA "O SER MELHOR" estruturado com base na resolução nº 006/2017 – CEPE/UENP, e resolução nº 010/2017 - CEPE/UENP que estabelece o Regimento da Graduação UENP, seguindo TÍTULO IV: DA MONITORIA ACADÊMICA.

  • DAR CONHECIMENTO da realização da banca de qualificação pública de dissertação de Mestrado em Ciência Jurídica - Mestranda: Isadora Fleury Saliba

  • TORNAR PÚBLICO, aos alunos da 21a Turma de Mestrado deste Programa de Pós-Graduação em Ciência Jurídica, o prazo até o dia 10 de outubro de 2024, exclusivamente através do e-mail , para enviarem o projeto de pesquisa e/ou plano de tese atualizado.