A inscrição de estudantes habilitados ao Enade 2012 será realizada no período de 16 de julho a 17 de agosto de 2012. A UENP deverá inscrever todos os estudantes caracterizados como ingressantes ou concluintes dos cursos que conferem diploma de bacharel nas áreas de Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas e Direito.

O vice-reitor da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), professor-doutor Rinaldo Bernardelli Junior, acompanhou a inauguração do novo prédio do Sebrae/PR em Jacarezinho. A cerimônia, que aconteceu na manhã de terça-feira, 10, reuniu cerca de 150 pessoas dentre autoridades, prefeitos, representantes de entidades civis organizadas e empresários do Norte Pioneiro, além de consultores e conselheiros da entidade.

sebrae01

O serviço de apoio às micro e pequenas empresas chegou a Jacarezinho em 1992 e contribuiu com o desenvolvimento da região, por meio do trabalho realizado junto aos empreendedores e empresários. O escritório do Sebrae/PR atende 31 municípios do Norte Pioneiro, cuja população é de 400 mil habitantes. Por ano, são realizados 10 mil atendimentos.

O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae/PR, Jefferson Nogaroli, destacou que agora o Sebrae/PR possui um escritório compatível, para atender as necessidades e as demandas do Norte Pioneiro. "Esta é a Casa do Empreendedor. E tudo o que é bom para os empresários, é bom para o Sebrae", afirmou o dirigente. Darci Piana, presidente do Sistema Fecomércio/PR, apoiou a construção da sede própria desde o início e ressaltou a parceria com o Sebrae/PR. "Apenas no VarejoMAIS (programa focado no comércio varejista), já atendemos mais de 8 mil empresas. Este projeto mostra o que o Sebrae/PR e a Fecomércio fazem pelas micro e pequenas empresas."

O vice-reitor da UENP parabenizou Jacarezinho e região pela nova sede e salientou: "O Sebrae é uma Agência de apoio muito importante para o Brasil, para o Estado e para o Norte Pioneiro. O desenvolvimento de uma região só acontece com o trabalho de micro e pequenas empresas. E esse é o foco do Sebrae". Bernardelli, lembrando as palavras dos diretores da instituição, disse que: "Temos de pensar a região como um todo para que o progresso aconteça realmente e não se faz progresso sem investimento em educação".

O novo escritório do Sebrae/PR fica na Rua Coronel Figueiredo, nº 749. Mais moderno e amplo, o espaço servirá para a realização de consultorias, cursos, palestras, treinamentos, dentre outros.

sebrae02

Sobre o Sebrae/PR

O Sebrae/PR - Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná é uma instituição sem fins lucrativos criada para dar apoio aos empresários de micro e pequenas empresas e aos empreendedores interessados em abrir o próprio negócio. No Brasil, são 27 unidades e 800 postos de atendimentos espalhados de norte a sul. No Paraná, cinco regionais e 11 escritórios. A entidade chega aos 399 municípios do Estado por meio de atendimento itinerante, pontos de atendimento e de parceiros como associações, sindicatos, cooperativas, órgãos públicos e privados. O Sebrae/PR oferece palestras, orientações, capacitações, treinamentos, projetos, programas e soluções empresariais, com foco em empreendedorismo, setores estratégicos, políticas públicas, tecnologia e inovação, orientação ao crédito, acesso ao mercado, internacionalização, redes de cooperação e programas de lideranças.

Uma delegação composta por 35 bolsistas e seis professores da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) participou do encerramento e prestação de contas do Plano Anual de Fiscalização Social (PAF - Social) nos dias 5 e 6. O evento, que aconteceu no Canal da Música em Curitiba, contou com a participação das sete universidades estaduais paranaenses.
O projeto de auditoria social do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), que envolve cerca de 350 acadêmicos e professores, é uma iniciativa do TCE-PR que busca ampliar a participação do cidadão na fiscalização e avaliação do gasto público. A UENP participa do PAF Social, com quatro equipes: duas com o tema "Meio Ambiente" e outras duas com o tema do "Transporte Escolar", com participação de professores e estudantes dos três campi da UENP: Jacarezinho, Bandeirantes e Cornélio Procópio.
Os trabalhos são coordenados pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PROEC), pelos professores Rogério Macedo e Marcio Carreri. Segundo Rogério Macedo, pró-reitor de Extensão e Cultura: "É um projeto inédito e a UENP protagonizando é muito importante para a universidade, os municípios e toda a região". Ele ressalta a qualidade do trabalho realizado: "Nossos professores e alunos se envolveram muito com o trabalho, conseguindo realizar uma auditoria que será fundamental para a comunidade como um todo, pois o controle social, que qualifica os investimentos e gastos públicos é assunto de toda a comunidade não apenas dos gestores, e a UENP se qualifica para formar novas práticas na área", finaliza o professor.

 

PAF no Estado do Paraná

No encerramento e prestação de contas do PAF Social, projeto inédito no País, os participantes apresentaram painéis contendo os resultados do trabalho de auditoria social e de levantamento de indicadores de gestão pública realizado em 110 municípios do Estado.
A abertura do encontro foi feita pelo presidente, conselheiro Fernando Guimarães, na quinta (5), às 19 horas. Em seguida, o jornalista e escritor Caco Barcellos deu conferência com o tema "Auditoria e Controle Social: o Uso das Redes Sociais". Autor de livros como "Rota 66 – A História da Polícia que Mata" e "Abusado", Barcellos é apresentador do programa "Profissão Repórter", da Rede Globo.
Na sexta (6) pela manhã, foram apresentados painéis contendo os resultados do trabalho de auditoria social e de levantamento de indicadores de gestão pública realizado pelo PAF Social. Na auditoria social, foram analisados três temas: gestão do lixo, compra e distribuição de medicamentos e transporte escolar. Os indicadores envolvem as áreas de saúde e educação. Os temas foram sugeridos pelas próprias universidades.

Audiências públicas

O resultado dos painéis será referendado pelo plenário do TCE. Posteriormente, será discutido em audiências públicas nos polos regionais do Paraná. Na oportunidade, serão apresentadas recomendações aos gestores públicos acerca das conclusões obtidas.
"Vamos receber o resultado do trabalho, analisar, submeter aos conselheiros e depois levar para as comunidades, a fim de sensibilizar os governos sobre a necessidade da adoção de procedimentos que venham a corrigir erros e práticas administrativas", explica o presidente do TCE, conselheiro Fernando Guimarães.

"Estamos colocando, em definitivo, a sociedade a participar da fiscalização do correto emprego do dinheiro público, integrando as universidades, os observatórios sociais e as entidades de classe ao trabalho que o TCE já realiza. É o primeiro passo para desenvolver, na sociedade paranaense, o princípio de que cada cidadão precisa ser responsável pelo controle da correta aplicação do imposto que paga", explica Guimarães.

Além da UENP, participaram do projeto as universidades estaduais de Londrina (UEL), de Maringá (UEM), do Oeste do Paraná (Unioeste), do Centro-Oeste (Unicentro), de Ponta Grossa (UEPG). Também atuam na auditoria social alunos e professores da Faculdade Estadual de Ciências Econômicas de Apucarana (Fecea), Faculdade de Educação, Ciências e Letras de Paranavaí (Fafipa) e da Faculdade de Ciências e Letras de Campo Mourão (Fecilcam).

O Centro de Ciências Biológicas (CCB), campus Luiz Meneghel (CLM) - de Bandeirantes, da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), oferecerá curso de pós-graduação em "Práticas de Ensino em Ciências Químicas e Biológicas". O curso de especialização, na modalidade semipresencial, ofertará 50 vagas para professores de ensino fundamental e médio e demais profissionais que tenham concluído licenciatura ou Bacharelado nas áreas de Ciências Químicas, Biológicas e afins.

"O curso deverá proporcionar uma preparação fundamentada em princípios básicos consistentes na área de Ciências Químicas e Biológicas", garante o Coordenador do curso, professor-doutor Leopoldo Sussumu Matsumoto. Segundo ele, o curso irá possibilitar uma "aquisição de conhecimentos teóricos e práticos para o melhor desenvolvimento dos temas abordados pelos docentes junto aos seus discentes".

Para o professor, existe a preocupação em aprimorar a formação de docentes para o magistério e a adequação de profissionais às necessidades do mercado de trabalho. O curso deverá ter início em agosto deste ano e encerramento em janeiro de 2014. Para mais informações quanto a investimento e inscrição, acesse o site da UENP: www.uenp.edu.br/propg, ou entre em contato com o CLM pelo telefone: (43) 3542-8042 ou pelo e-mail:

Os professores-mestres Daniel Trevisan Sanzovo, do colegiado de Matemática, do Centro de Ciências Humanas e da Educação (CCHE), campus Jacarezinho, da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), e Vanessa Queiroz, do Colégio Objetivo/Maranata, lançaram mais dois livros da coleção infanto-juvenil "Explorando o Universo", projeto do grupo GEPEasTrO (ou simplesmente GEPETO). As obras, lançadas pela editora da Universidade Estadual de Londrina (EDUEL), buscam levar assuntos de Astronomia e Astrofísica Moderna por meio de uma linguagem acessível às crianças, jovens e adultos.

"O Sistema Solar na aula da Professora Zulema", "Uma estrela Chamada Sol" e "Vida de Estrela" foram os três primeiros livros da coleção editados em 2009. Os novos títulos são "Halley, o Cometa Dorminhoco", que apresenta, de maneira científica e lúdica, a atividade e composição (núcleo, caudas, coma, período, entre outros) de um cometa típico – o "famoso" Halley, numa linguagem acessível a todos, e "O Caminho do Sol no céu", que trabalha o conhecimento sobre os pontos cardeais também de maneira lúdica, com o objetivo de ampliar as noções de referência espacial, incentivando o leitor a utilizar, no seu cotidiano, noções básicas de Astronomia, observando o movimento do Sol no céu, usando o Universo como um laboratório.

livros03

O professor Daniel é graduado em Física e possui mestrado em Astronomia pela UEL. A professora Vanessa é licenciada em Física e mestre em Ensino de Ciências e Educação Matemática/Astronomia pela mesma instituição. Ambos são membros da Sociedade Astronômica Brasileira e da Associação Brasileira de Ciências e integram o GEPETO, grupo de trabalho formado por físicos, geógrafos e astrônomos profissionais.

Daniel Trevisan salienta que o trabalho realizado: "Procura levar ao público infanto-juvenil, assuntos de Astronomia e Astrofísica Moderna, em uma linguagem acessível, para que todos tenham oportunidade de aprender e se atualizar nestes temas". O professor explica que: "Fazemos pesquisas sobre como ensinar Astronomia às crianças, de forma integrada, momento em que se junta a Astronomia do dia a dia com as últimas descobertas científicas feitas pela corrida espacial". Ele disse ainda que: "O grupo desenvolve atividades divertidas e interessantes, como Oficinas e Jogos de Astronomia, e escreve textos para crianças e jovens, revelando os segredos do Universo, além de terem participado efetivamente da criação e implantação do Planetário de Londrina pela UEL".

O lançamento oficial, com sessão de autógrafos dos autores do GEPETO, está previsto para agosto. A data e o local serão previamente divulgados no site do grupo: http://sites.google.com/site/gepeastro/home. Os livros podem ser adquiridos pelos endereços eletrônicos: http://www.uel.br/editora/portal/?content=../catalogo/catalogo-online-detalhes.php&codProduto=732) e http://www.uel.br/editora/portal/? Content =../ catalogo/catalogo-online-detalhes.php&codProduto=733

Livros abordam assuntos de Astronomia e Astrofísica Moderna com linguagem acessível

livros01

 

 

UENP-CJ - ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES