Projeto Agrotecnológico da UENP fica em 1º lugar em evento internacional

Sexta, 20 Outubro 2017 10:51 por Assessoria de Comunicação Social

O projeto “Deslintamento de sementes de algodão por via seca”, realizado pelos professores-doutores Luís Guilherme Sachs e Juliana Priscila Diniz Sachs, do curso de Agronomia da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Campus Luiz Meneghel, juntamente com o ex-professor Antônio Paulo Portugal e a acadêmica Isabelle Portugal, ficou em primeiro lugar na categoria de agrotecnologia da 9° Edição da Feira Internacional de Inovação, Empreendedorismo e Desenvolvimento Territorial (International Business). O evento, que premiou ainda outros trabalhos da UENP, foi realizado na cidade de Toledo, de 20 a 22 de setembro.

O trabalho dos professores, submetido ao evento, trata-se de uma pesquisa sobre o cultivo do algodão no sistema moderno de produção, que requer que a semente do grão seja totalmente deslintada, padronizada e tratada. Distanciando-se das técnicas convencionais até então utilizadas na produção do algodão, os docentes propõem, por meio do projeto, um processo inédito ao utilizar reagentes em pó que aferem o preciso controle de temperatura e ação dos reagentes, com intuito de oferecer mínima agressão possível à semente.

“O deslintamento do algodão por via seca é um processo limpo, uma vez que propicia um trabalho mais rápido e eficiente resultando em alta produção e continuidade”, destaca Luís Sachs, coordenador do projeto. Ele acrescenta ainda que a concepção de unidades modulares para o trabalho em diversas fases permite a simplificação da operação em bateladas, porém com produção em fluxo contínuo, resultando em menor custo operacional. Ainda segundo o professor, diferentemente dos procedimentos tradicionais, “a nova proposta de deslintamento utiliza materiais construtivos de menor custo, com manutenção reduzida, além de diminuir, consideravelmente, os riscos ao ser humano e ao meio ambiente, não produzindo efluentes líquidos ou gasosos”.

Juliana Sachs explica que o pó por evaporação se transforma em material finamente dividido que terá contato íntimo com o linter, que é um resíduo do algodão que fica aderido à semente após a retirada da fibra branca. “A reação se dará praticamente de imediato com a energia gerada pelo próprio reagente, evitando aquecimento desnecessário da semente”, complementa a professora. “O pó evaporado, ao perder temperatura, condensa-se imediatamente, reduzindo seu volume e, depositando-se ao invés de se espalhar como gás, evita a agressão aos materiais, ao meio ambiente e ao ser humano. Na forma de pó, o efluente ocupa volume reduzido e pode ser facilmente confinado, evitando a poluição. Eis a inovação que propomos nesse projeto de pesquisa”, ressaltou.

Mais premiação

Os professores-doutores Marcio Massashiko Hasegawa, José Celso Martins e o acadêmico Allan Victor Pires, do curso de Ciência da Computação, foram premiados, na categoria Inovação Tecnológica, pelo projeto “Variações meteorológicas associadas à armadilha luminosa acionada por energia solar na captura de insetos”. Participou também do evento o professor-doutor André Luís Andrade Menolli, da Agência de Inovação Tecnológica e Propriedade Intelectual (AITEC) da UENP, com o projeto “Processo para implantação de ambientes de inteligência de negócios baseada em servidores ROLAP”.

Evento

O evento de inovação, invenção e negócios foi dividido em quatro eixos diferentes, Lounge IIB: espaço que congregou 18 instituições do Paraná e do Espírito Santo para a mostra de 52 projetos inovadores da Academia, Parques Tecnológicos, e Empresariais, em seis categorias diferentes: Inovação Tecnológica; Automação e Robótica; Inovação Tecnológica em Saúde; Inovação Social/Educação; Sustentabilidade/Proteção Ambiental; e Inovação Agrotecnológica.

Ao final, 45 projetos de 18 instituições foram avaliados por jurados da ABIPIR e da IFIA, em grade de 13 critérios técnicos: inovação e originalidade; desenvolvimento; abrangência territorial; público-alvo; impactos econômicos; impactos sociais (inclusão e mobilidade urbana); impactos sociais (educação); impactos sociais (saúde); sustentabilidade; empreendedorismo; qualidade de vida; escalabilidade; apresentação.

 

Última modificação: Domingo, 22 Outubro 2017 11:58
Compartilhe:

UENP-CLM - ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

  • Torna pública a homologação do resultado da análise dos DOCUMENTOS apresentados pelos candidatos aprovados no Processo Seletivo de 2024 para ingresso nos Cursos de Graduação da UENP.

  • Substitui e nomeia representantes do Conselho Deliberativo da Fazenda Escola “Prof. Dr. Eduardo Meneghel Rando” do Campus Luiz Meneghel.

  • Torna público o deferimento do pedido para utilização da Câmara de Crescimento de Plantas (CCP).

  • A Comissão Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Agronomia (PPAGRO) – Nível Mestrado Acadêmico, conforme o Edital N° 020/2024-PPAGRO, divulga o resultado de homologação das inscrições do processo seletivo para o ingresso na condição de aluno regular para o segundo semestre de 2024.

  • Torna público que no período de 02 a 11 de julho de 2024 estarão reabertos os pedidos de inscrição para os interessados em utilizar-se da Câmara de Crescimento de Plantas (CCP).