Curso de Direito da UENP abre quinta edição do Dircin

Quinta, 30 Mai 2019 15:46 por Editor da Comunicação Social
Público lota auditório do CCSA para prestigiar abertura do V Dircin da UENP. Na tela, o documentário "Direito no Cárcere", dirigido por Carmela Grüne. Público lota auditório do CCSA para prestigiar abertura do V Dircin da UENP. Na tela, o documentário "Direito no Cárcere", dirigido por Carmela Grüne.

A quinta edição do Simpósio Regional em Direito, Cinema, Literatura e Música (Dircin) da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) foi aberta no Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) do Campus Jacarezinho. A solenidade de abertura foi realizada na noite de quarta-feira, 29 de maio. As atividades do evento tiveram início durante a manhã.

A cerimônia de abertura foi inaugurada com uma apresentação da Bateria Capiau, do curso de Direito. A mesa diretiva foi formada pelas seguintes autoridades: o diretor do CCSA, Luiz Fernando Kazmierczak; o coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ciência Jurídica, Fernando Brito; a vice-coordenadora do colegiado de Direito, Soraya Saad; o coordenador geral do evento, Renato Bernardi; o membro da comissão organizadora, Marco Turatti Júnior e a advogada do Escritório Modelo, Brunna Rabello Santiago.

O diretor do CCSA, Luiz Fernando Kazmierczak, abriu a rodada de pronunciamentos da mesa. “Em sua quinta edição, este evento já é parte de nosso calendário anual e conquista ao público por sua problematizações que envolvem diretamente o Direito e a Arte. Gostaria de desejar boas-vindas a todos e que nós tenhamos muitos mais anos de Dircin pela frente”, afirma.

O coordenador do PPGCJ, Fernando Brito, destacou o crescimento do Dircin desde a primeira edição do evento. “O Dircin começou apenas com Direito e Cinema, passando a se expandir para as demais manifestações artísticas. A participação dos nossos estudantes enche o PPGCJ de orgulho, e os temas aqui debatidos tem grande interesse para toda a nossa comunidade”, destaca.

O coordenador geral do V Dircin, Renato Bernardi, destacou o caráter de humanização que o evento tem buscado desde sua origem, e os sucessos que têm apresentado a cada edição. “Conforme o Direito se desenvolveu, muito de sua prática acabou se tornando algo mecânico e meramente burocrático para boa parte dos profissionais envolvidos na atividade. Queremos humanizar o Direito. Mostrar que por trás dos litígios e dos processos existem pessoas com nomes, sobrenomes, história, familiares, sentimentos. Não são Fulano e Ciclano. É João, é Maria, é Fábio, é Renata, e tantos outros”, comenta.

“Neste sentido, a proposta do Dircin é oferecer um olhar adicional sobre o nosso objeto de estudo, que é o Direito. Por isso é tão bom ver esse auditório cheio e contar a presença de graduandos, pós-graduandos, advogados, autoridades, acadêmicos de outras áreas do conhecimento e alunos de outras instituições. Para nós é uma alegria imensa ter todos aqui”, agradeceu.

A palestra de abertura ficou por conta da advogada, escritora, ativista e jornalista Carmela Grüne, Diretora presidente do Jornal Estado de Direito. Mestre em Direitos Sociais e Políticas Públicas pela Universidade de Santa Cruz do Sul e vice-presidente da Academia Brasileira de Direito. Antes de sua fala, Carmela cantou de improviso um samba com a Bateria Capiau e também exibiu o documentário “Direito no Cárcere”, que retrata a ação de um projeto realizado por Grüne em presídios do Rio Grande do Sul. Carmela desenvolve e participa de diversos projetos para a popularização do Direito.

Durante a manhã, houve a abertura da sessão “Arte Debate”, sob coordenação da advogada do Escritório Modelo, Brunna Rabello Santiago. Foi exibido o filme “O Sorriso de Monalisa” (2003), que fala sobre o empoderamento feminino e a libertação da mulher em uma sociedade patriarcal. A programação geral do evento prevê palestras, apresentação de trabalhos e banners, minicursos e oficinas.

A programação completa e outros detalhes do evento podem ser acessadas em http://dircin.com.br/2019/o-evento 

Última modificação: Terça, 04 Junho 2019 10:43
Compartilhe:

UENP-CJ - ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

  • TORNA PÚBLICA a abertura de inscrições para a seleção de professores permanentes ao Programa de Pós-Graduação stricto sensu em Ciências do Movimento Humano (PPG-CMH) – Mestrado Acadêmico, para preenchimento de até 04 (quatro) vagas e início das atividades a partir do ano letivo de 2021.

  • O Professor Doutor Luiz Fernando Kazmierczak, Diretor do Centro de Ciências Sociais Aplicadas do Campus de Jacarezinho, da Universidade Estadual do Norte do Paraná, nomeado pela Portaria nº 266/2018-GR, no uso de suas atribuições, considerando a aprovação do Conselho de Centro em reunião realizada no dia 24 de setembro de 2020, e nos termos do art. 12, inciso II da Lei Estadual nº 11.713/1997, resolve designar Banca Examinadora para defesa de trabalho científico intitulado “El derecho penal como arma de guerra: la política judicial latinoamericana y la lógica del lawfare” com memorial descritivo considerando o pedido de promoção à classe de Professor Associado do Professor Adjunto Doutor Fernando de Brito Alves.

  • A Profa. Dra. Rafaela Stopa, Diretora do Centro de Letras, Comunicação e Artes da Universidade Estadual do Norte do Paraná - Campus Jacarezinho (CLCA/CJ/UENP) torna público a realização de sessão pública de defesa de trabalho científico para promoção à classe de Professor Associado do Prof. Dr. Fernando Moreno da Silva

  • Regulamenta a oferta de Estagio Obrigatório a ser cumprida junto ao Escritório Modelo, pelos alunos do 5º ano do Curso de Direito, no ano de 2020 durante o período da pandemia.

  • REMARCA E DA CONHECIMENTO da realização da banca de qualificação de Tese de Doutorado em Ciência Jurídica - Doutorando: Lucas Emanuel Ricci Dantas