UENP abre Operação Rondon Paraná 2018

Segunda, 23 Julho 2018 16:34 por Assessoria de Comunicação Social
 Acadêmicos da UENP, UTFPR, Universidade Positivo e Faculdades Dom Bosco posam para foto oficial do Rondon Paraná – Norte Pioneiro Acadêmicos da UENP, UTFPR, Universidade Positivo e Faculdades Dom Bosco posam para foto oficial do Rondon Paraná – Norte Pioneiro

A Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), por meio da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PROEC), deu início às atividades da Operação Rondon Paraná - edição 2018 – no Norte Pioneiro do estado. A solenidade de abertura aconteceu na manhã de domingo, 22 de julho, no Auditório do PDE - Campus Jacarezinho, com a presença de autoridades, professores e rondonistas.

A exemplo da operação nacional do Projeto Rondon, o Rondon Paraná leva acadêmicos de diversas áreas do conhecimento para ministrar oficinas e estar em contato com comunidades de pequenos municípios, cuja infraestrutura e condições socioeconômicas são limitadas. O projeto encabeçado pela UENP tem alcance regional, atingindo quatro municípios: Japira, Sertaneja, Guapirama e Ribeirão do Pinhal.

Nesse ano, os rondonistas vieram de quatro instituições de ensino superior parceiras: Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR - Campus Cornélio Procópio), Faculdades Dom Bosco, de Cornélio, e Universidade Positivo, de Curitiba, além de três equipes da UENP, totalizando aproximadamente 80 acadêmicos envolvidos com o projeto na região. A Operação Rondon Paraná 2018 tem duas semanas de duração e segue até 4 de agosto.

As áreas contempladas pelas oficinas do Rondon são Saúde, Educação, Cultura, Meio Ambiente, Direitos Humanos e Justiça, Comunicação, Trabalho, Tecnologia e Produção, unindo estudantes universitários e professores envolvidos em conhecimentos interdisciplinares.

O vice-reitor da UENP, professor Fabiano Gonçalves Costa, deu boas-vindas aos rondonistas e comentou sobre a relevância da Operação. “Ao visitar as localidades atendidas, nós já vimos casos em que a cidade inteira estava mobilizada em torno das atividades dos rondonistas. O trabalho que vocês vão desempenhar faz a diferença para a vida dessas pessoas, e é uma experiência inesquecível de extensão”, afirma.

A pró-reitora de Extensão e Cultura da UENP, professora Simone Castanho, dirigiu-se aos rondonistas com palavras de incentivo e agradecimento. “Tenho a plena certeza de que vocês, por onde passarem, vão semear a esperança por meio das oficinas e demais atividades que realizarão. Portanto, aproveitem o tempo: vivam intensamente cada interação propiciada pelo projeto, doem-se ao outro sem medida, pois a recompensa é sempre certa aos olhos daqueles que lhes dirão “obrigado” ainda que não pronunciem uma só palavra”, disse.

O diretor de extensão da UENP e coordenador da Operação Rondon 2018 no Norte Pioneiro, professor Rui Gonçalves Marques Elias, destacou a importância da atividade para a experiência acadêmica dos estudantes.

“Mesmo em nossa região, há realidades com as quais não estamos acostumados, de escassez e carência. A atividade rondonista ajuda a levar conhecimento a essas pessoas, a levar a vontade de mudar e crescer. Como extensão, também é a oportunidade de vocês, acadêmicos, ter imersão na realidade de nossas comunidades e do nosso povo, aprendendo também com eles e com seus colegas de equipe”, ressalta.

A coordenadora geral do Programa Universidade Sem Fronteiras e assessora de projetos estratégicos do Gabinete, professora Sandra Cristina Ferreira, representou o secretário de estado Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Décio Sperandio. Nas palavras de Sandra, o Rondon ajuda a levar mais qualidade de vida a lugares onde nem sempre os serviços públicos conseguem chegar.

“Na minha época de estudante, não havia ainda o Rondon Paraná. É por isso que agora investimos muito nessas ações, para que tanto nossos acadêmicos como a população possam ter acesso a esse contato extremamente enriquecedor para todos os envolvidos. Vocês levam mais esperança, conhecimento, motivação para essas pessoas, em um trabalho voluntário extremamente nobre”, comenta.

Também participaram do evento o professor Marco Jacometti, diretor geral da UTFPR - Campus Cornélio Procópio; o prefeito de Japira, José Geraldo dos Santos, acompanhado da esposa e equipe de secretários; o presidente da Câmara Municipal de Ribeirão do Pinhal, William Antônio de Paiva, e a coordenadora do Colegiado de Odontologia da UENP, professora Sônia Regina Merege.

A Operação é uma iniciativa da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI), em parceria com as universidades estaduais e privadas do Paraná, OAB de Jacarezinho, municípios do Norte Pioneiro e Sanepar.

Última modificação: Terça, 24 Julho 2018 11:37
Compartilhe: