Governadora autoriza curso de Medicina da UENP

Segunda, 12 Novembro 2018 16:29 por Assessoria de Comunicação Social
Reitora Fátima Padoan, a governadora Cida Borghetti e autoridades após solenidade de assinatura de criação do curso de Medicina da UENP Reitora Fátima Padoan, a governadora Cida Borghetti e autoridades após solenidade de assinatura de criação do curso de Medicina da UENP

A governadora Cida Borghetti assinou nesta segunda-feira (12/11) decreto de criação do curso de Medicina da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP). A solenidade, acompanhada pela reitora da UENP, Fátima Aparecida da Cruz Padoan, foi realizada no Palácio Iguaçu, em Curitiba. Com a assinatura, a UENP torna-se a sexta universidade estadual do estado a ofertar o curso. O primeiro vestibular para a graduação deverá ser realizado no segundo semestre de 2019.

O curso de Medicina da UENP terá sede em Cornélio Procópio, mas funcionará de forma descentralizada nas cidades de Bandeirantes, Jacarezinho, Santo Antônio da Platina e São Jerônimo da Serra. Nesses cinco municípios do Norte Pioneiro, os acadêmicos realizarão atividades nos campi universitários, para aulas teóricas, ou em hospitais das cidades, para aulas práticas, atividades ambulatoriais e de internato. Estima-se que sejam abertas 40 vagas com a implantação do curso que terá 7.472 horas distribuídas ao longo de seis anos.

Para a governadora Cida Borghetti, o curso terá enorme relevância para a região Norte do Paraná. “Nossa vontade é avançar cada vez mais e olhar para o futuro. Organizar nosso Estado em todas as regiões. Olhar para as políticas públicas que atendam as demandas da sociedade. Educação é prioridade, assim como segurança pública e saúde. Está aqui a prova. Curso de medicina e curso Nutrição. Isso é para nós motivo de grande orgulho e de agradecimento”, destacou a governadora.

A reitora da UENP, Fátima Aparecida da Cruz Padoan, comemora a conquista da Universidade e ressalta a importância do curso. “Estamos muito felizes por mais essa conquista da nossa Universidade. O curso de Medicina da UENP irá beneficiar todo o Norte do Paraná e trará um impacto extremamente positivo para saúde da nossa população, que, por vezes, sofre com a falta de médicos”, ressalta a reitora. “A UENP, que já vem atuando com seriedade, excelência e protagonismo na promoção da ciência e do conhecimento por meio de seus cursos graduação e pós-graduação, deverá ampliar sua atuação para propiciar à nossa região um novo momento para sua história”, enfatiza a reitora.

Participaram da solenidade o vice-reitor da UENP, Fabiano Gonçalves Costa, o diretor do Campus Cornélio Procópio da UENP (CCP), Sérgio Roberto Ferreira, o diretor do Campus Luiz Meneghel, Ederson Sgarbi; o pró-reitor Bruno Galindo; a pró-reitora Vanderléia Oliveira, diretores de Centros, professores e agentes universitários. Estiveram ainda os parlamentares Luiz Cláudio Romanelli, Alex Canziani, o prefeito de Cornélio Procópio, Amin Hannouche, acompanhado do presidente da Câmara, Helvécio Alves Badaró e demais vereadores, além de vários prefeitos do Norte do Paraná.

Investimentos

Para a implantação do novo curso será necessário um investimento de aproximadamente R$38 milhões nos seis primeiros anos. Após a formação da primeira turma, os custos para a manutenção serão em torno de R$7 milhões. Para atender ao curso da Universidade será necessária a contratação de 99 docentes e 20 agentes universitários, bem como a construção de 1600m² de laboratórios (1000m² em Cornélio Procópio e 600m² em Bandeirantes). Calcula-se ainda R$5,9 milhões para aquisição de equipamentos, veículos e livros. Parte da estrutura que irá atender o curso já está sendo construída.

Agradecimentos

A reitora agradece ao apoio do Governo do Estado pela assinatura do Decreto. “Agradeço à governadora Cida Borghetti pela sensibilidade em olhar de forma diferente para nossa região e assinar o decreto de criação do curso de medicina que irá fortalecer ainda mais nossa Universidade e beneficiar todo Norte do Paraná. Agradeço também ao deputado Romanelli que sempre esteve ao lado da UENP, somando forças para diversas conquistas como a que temos agora. Agradeço também ao prefeito de Cornélio Amin Hannouche, aos deputados Alex Canziane e Pedro Lupion, importantes parceiros para nossas conquistas”, finaliza.

A reitora agradece ainda a dedicação do vice-reitor, Fabiano Gonçalves Costa, dos professores Bruno Galindo, Ricardo Castanho Moreira e Rafael Gonçalves de Oliveira. A reitora lembra a atuação da comunidade externa, médicos e outros agentes da área de saúde que contribuíram para a escrita do projeto. “A dedicação e o trabalho incansável dos nossos professores e suas equipes de trabalho, assim como da comunidade externa, foram imprescindíveis para que hoje, pouco mais de 5 meses do início do trabalho, estivéssemos aqui assinando o decreto de criação do curso", enfatizou Fátima Padoan.

Instituições parceiras

Foram parceiros para realização do projeto e estudos técnicos para criação do curso de Medicina na UENP instituições dos cinco municípios envolvidos. De Cornélio Procópio, participaram a 18ª Regional de Saúde do Norte do Paraná, Hospital João Lima, Santa Casa, Hospital da Unimed, Hospital de Olhos, Cisnop, Instituto do Rim, Nefronor, UBS, Caps, Samu e Prefeitura. Em Bandeirantes, foi parceiros o Campus Luiz Meneghel. Em Jacarezinho, participaram a Santa Casa de Jacarezinho, Hospital de Olhos do Norte Pioneiro, a 19ª Regional de Saúde do Paraná e o Cisnorpi. Em Santo Antônio da Platina, integraram os trabalhos o Hospital Regional do Norte Pioneiro e, em São Jeronimo da Serra, a instituição Humanitas.

Última modificação: Terça, 13 Novembro 2018 12:42
Compartilhe: